Juventude e brincadeiras no País Basco

Por Tali Feld Gleiser.

O País Basco é uma nação dividida entre dois Estados: o espanhol e o francês. Seu desejo de autonomia (especialmente na porção que faz parte do Estado espanhol) é muito antigo e cada vez mais evidente. Sua cultura, língua e origem nada têm a ver com a Espanha, nem os bascos, em sua grande maioria, se sentem identificados com ela.

A língua euskera (basca) é uma das poucas no mundo das quais se desconhece a sua procedência. Ela tem características próprias e não há nenhum idioma similar.

Desacato está no País Basco visitando as cidadezinhas de Azkoitia, Azpeitia e a capital, a belíssima San Sebastián-Donostia. Azkoitia é onde mora o nosso amigo e colaborador do portal, Koldo Campos Sagaseta.

Ontem sábado foi dia de uma curiosa atividade dos jovens da cidade de Azpeitia, município de catorze mil habitantes e lugar de nascimento de Santo Inácio de Loiola. Foi fundada em 1310 pelo rei Fernando IV de Castilla. Seu nome faz referência às palavras bascas (H)aitz que quer dizer “rocha” e beitia, “de baixo”. A rocha é o monte Izarraitz.

A cidade é atravessada pelo rio Iraurgui, palco de um desfile muito especial. A juventude do gaztetxe (centro cultural e social ocupado) de Azpeitia prepara há vários anos barcos com diversos temas: a crise, o lixo, energia nuclear, bruxas, etc. Em turmas de quatro, se fantasiam e exibem as suas obras na praça principal.

Depois, a população se dirige ao rio para ver os jovens descerem água abaixo nos barcos. Nesta ocasião foi no outro braço porque, no habitual, uma fábrica (já identificada) despejou um líquido branco no rio, que não se sabe se é tóxico ou não.

Tem chovido pouco nesta área e o rio não tinha muita água. Meninos e meninas fizeram seus barcos boiarem do jeito que deu. No final todos voltaram, molhados é claro, para a praça. Uma brincadeira saudável que mostra uma das atividades da juventude do gaztetxe, onde o ano todo há diferentes oficinas, torneios de xadrez, palestras, etc. Também possuem um refeitório (geralmente vegano).

Próxima atividade em que Desacato participará

Sexta-feira 27: Manifestação pelos presos políticos bascos. Em todas as cidades do País Basco se realizam essas manifestações a favor dos direitos dos presos políticos bascos que estão em prisões espalhadas pelo Estado espanhol e francês. Isto é uma violação à lei, que diz que os presos devem cumprir sua condena na cadeia mais próxima ao seu lar. Desacato já esteve presente no ano passado (Ver http://desacato.info/2011/07/milhares-de-pessoas-reclamam-o-respeito-dos-direitos-dos-presos/).

Fotos: Tali Feld Gleiser.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here