Justiça Eleitoral da Bolívia diz que não impugnou candidatura de Evo Morales ao Senado

Foto: Twitter

Atualização 14:30

O  Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) da Bolívia informou hoje que a candidatura de Evo Morales a senador pelo departamento de Cochabamba ainda está sendo analisada, após a notícia mentirosa da sua impugnação.


O Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) da Bolívia impugnou as candidaturas a senadores do ex-presidente Evo Morales e seu ministro das Relações Exteriores Diego Pary, por não cumprirem com os requisitos necessários para se apresentarem às eleições do próximo 3 de maio, informaram fontes do Movimento ao Socialismo (MAS) boliviano.

A informação ainda não foi confirmada pelo TSE.

Morales, refugiado na Argentina, era candidato a primeiro senador por Cochabamba e seu último chanceler, Diego Pary, a senador por Potosí.

Luis Arce, candidato do MAS à presidência foi aceito, afirmaram fontes do MAS citadas pelo jornal boliviano El Deber.

Os integrantes do TSE publicarão sua decisão durante a quarta-feira.

Com informações do Sítio Andino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.