Jovem jornalista se suicida após relatar dor e sofrimento nas redes sociais

Do T1 Notícias.- A jovem Dáleti Jeovana, de 20 anos, deixou inúmeros amigos e admiradores de sua postura militante na noite deste sábado, 21, após postar em uma rede social um texto metafórico sobre a vontade de “Ana” de se suicidar.

A ocorrência registrada pela Polícia Militar (PM), por volta das 23h30, conta que Dáleti deixou a irmã e uma amiga com quem dividia a casa onde morava na Quadra 105 Norte em Palmas, na sala e foi até os fundos numa varanda para tomar uma ducha. Devido a demora, a irmã foi chamá-la e a encontrou enforcada.

Amigos estão consternados com a partida repentina de Dáleti Jeovana. Eles contam que a jovem relatou sentir dores físicas causadas pelo fardo de problemas diários, surtos e agressividade.

“Mesmo em seus desabafos, nunca insinuou que pensava em se matar”, disse uma amiga que preferimos não identificar, em entrevista ao T1 Notícias. Ela se recusava a ir ao psicólogo, apesar do incentivo e insistência dos amigos.

A jovem era órfã de mãe e o pai teve outro casamento. Trabalhando e estudando na região central de Palmas a jovem se mudou da região sul da capital, onde morava com o pai, para ficar mais próxima da Universidade Estadual do Tocantins (UFT) onde estudava o curso de jornalismo.

Daléti trabalhou no jornal Gazeta do Cerrado e atualmente estagiava no Sesc Tocantins e no Resolve Palmas. Ela era membro do grupo Quizomba e do Crespas. Defendia o empoderamento da mulher, a liberdade de expressão e os direitos humanos.

 

Foto: Cléofas

Fonte: DCM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.