Israel impede pais de acompanharem filha para transplante

Inaam Al-Attar, 13 anos

Por Lúcia Rodrigues, Ibraspal.

Inaam Al-Attar, de 13 anos, foi obrigada pelo governo de Israel a viajar sem os pais de Gaza para Ramallah, na Cisjordânia, nesta terça, 27, onde seria submetida a um transplante de rim no Centro Médico da Palestina.

A mãe da menina só recebeu permissão dos israelenses para ir encontrar com a filha no início da manhã desta quarta, 28, depois que imagens de Inaam chorando e pedindo para ver a mãe foram divulgadas na mídia palestina.

No início do mês várias entidades de direitos humanos, como a Anistia Internacional e a Human Rights Watch divulgaram nota conjunta ressaltando a necessidade urgente de Israel encerrar o cerco à Faixa de Gaza.

Com informações do Middle East Monitor

1 COMENTÁRIO

  1. O Holocausto do Povo Palestino e o mundo assiste a tudo passivamente. Para aumentar mais ainda o massacre e o roubo das terras, ocorreu o reconhecimento de Jerusalém pelos EUA, como capital de Israel, quando a maioria absoluta dos países sempre se recusaram a tomar essa decisão. Estamos assistindo à extinção de um povo. A bem da verdade, os seguidores do Judaísmo não aprovam as invasões e os crimes que os israelenses praticam. São perseguidos pelos sionistas que representam a extrema-direita. A propósito, que deus é esse que eles cultuam, alegando terem direito à “terre santa” (de santa não tem nada, por estar regada com o sangue de inocentes), por herança divina. assassinando, saqueando e incendiando cidades com as bênçãos de seu Jeová, como fizeram por ocasião do Antigo Testamento? DEUS É AMOR, assim disse Jesus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.