Imigrantes e refugiados sírios: causas e conseqüências: O caso de Florianópolis

LIBE_Turkey
Refugiados sírios na Turquia. Foto: Parlamento Europeu

Segunda-feira, 7 de novembro.

Auditório do CFH, às 19h30.

Qual é o custo humano da guerra da Síria? O Ocidente é responsável por esta tragédia? Que papel o Brasil poderia desempenhar na sua solução ou alívio? Como podemos humanizar o refúgio e acolhimento que damos aos que nos procuraram?

A guerra civil na Síria foi provocada pelos problemas internos da nação e pela geopolítica internacional. O impasse possui elementos complexos que refletem questões próprias do Oriente Médio e as constantes  intervenções das grandes potências.

O conflito que vem destruindo esse país árabe tem desafiado os analistas da Política Internacional. Ao contrário de outros levantes recentes a resolução desse conflito está muito longe do seu final. A Primavera Árabe não trouxe soluções, mas mais guerras que se fortalecem com mais ódio.  A repressão militar gerou também expulsão das populações vítimas desses conflitos.

Os territórios do Próximo/Médio Oriente ficaram sob protetorado das potências ocidentais, com supervisão da Sociedade das Nações, após a Grande Guerra (1914-18) e a queda do Império Otomano. Essa partilha e domínio ocidental resultou em conflitos entre os povos e regimes políticos locais, e em ódio ao Ocidente.

A intenção deste seminário é debater quais são os principais atores envolvidos e como os mesmos levaram ao atual impasse, que trouxe uma das crises humanitárias mais graves da história recente, com milhares de mortos, muito sofrimento e milhões de desalojados: que contribuição podemos dar ao acolhimento dos refugiados?

Debatedores

Bruna Kadletz: Mestre em Sociologia e Mudança Global pela Universidade de Edimburgo. Tem experiência com refugiados na África do Sul, Turquia, Grécia, França, Alemanha, Hungria, Sérvia e Brasil. Palestrante na Europa e no Brasil, enfatizando a necessidade de reavivar valores humanos e espirituais na resposta humanitária. Colaboradora regular da plataforma on-line Refugees Deeply  com a série Displaced  and Disposable.

Márcio Roberto Voigt é Doutor em Ciência Política pela UFRGS e professor de História das Relações Internacionais do curso de Relações Internacionais da UFSC. Atua também no Programa de Pós-Graduação em História da UFSC.

João Lupi: Licenciado em Filosofia e em Pedagogia, bacharel em Teologia, pós-graduado em Política, Antropologia e Patrística, Doutor em Filosofia. Coordenador do Núcleo de Estudos Islâmicos do DICH.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.