Imigrantes e refugiados sírios: causas e conseqüências: O caso de Florianópolis

LIBE_Turkey
Refugiados sírios na Turquia. Foto: Parlamento Europeu

Segunda-feira, 7 de novembro.

Auditório do CFH, às 19h30.

Qual é o custo humano da guerra da Síria? O Ocidente é responsável por esta tragédia? Que papel o Brasil poderia desempenhar na sua solução ou alívio? Como podemos humanizar o refúgio e acolhimento que damos aos que nos procuraram?

A guerra civil na Síria foi provocada pelos problemas internos da nação e pela geopolítica internacional. O impasse possui elementos complexos que refletem questões próprias do Oriente Médio e as constantes  intervenções das grandes potências.

O conflito que vem destruindo esse país árabe tem desafiado os analistas da Política Internacional. Ao contrário de outros levantes recentes a resolução desse conflito está muito longe do seu final. A Primavera Árabe não trouxe soluções, mas mais guerras que se fortalecem com mais ódio.  A repressão militar gerou também expulsão das populações vítimas desses conflitos.

Os territórios do Próximo/Médio Oriente ficaram sob protetorado das potências ocidentais, com supervisão da Sociedade das Nações, após a Grande Guerra (1914-18) e a queda do Império Otomano. Essa partilha e domínio ocidental resultou em conflitos entre os povos e regimes políticos locais, e em ódio ao Ocidente.

A intenção deste seminário é debater quais são os principais atores envolvidos e como os mesmos levaram ao atual impasse, que trouxe uma das crises humanitárias mais graves da história recente, com milhares de mortos, muito sofrimento e milhões de desalojados: que contribuição podemos dar ao acolhimento dos refugiados?

Debatedores

Bruna Kadletz: Mestre em Sociologia e Mudança Global pela Universidade de Edimburgo. Tem experiência com refugiados na África do Sul, Turquia, Grécia, França, Alemanha, Hungria, Sérvia e Brasil. Palestrante na Europa e no Brasil, enfatizando a necessidade de reavivar valores humanos e espirituais na resposta humanitária. Colaboradora regular da plataforma on-line Refugees Deeply  com a série Displaced  and Disposable.

Márcio Roberto Voigt é Doutor em Ciência Política pela UFRGS e professor de História das Relações Internacionais do curso de Relações Internacionais da UFSC. Atua também no Programa de Pós-Graduação em História da UFSC.

João Lupi: Licenciado em Filosofia e em Pedagogia, bacharel em Teologia, pós-graduado em Política, Antropologia e Patrística, Doutor em Filosofia. Coordenador do Núcleo de Estudos Islâmicos do DICH.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login