Honduras: tensão cresce, grupo militar emite comunicado

militareshonduras

Por Raul Fitipaldi, para Desacato.info

Brasília 18:49

Às 18:15 de Brasília, o jornalista e apresentador de Rádio e TV Globo de Honduras, David Romero Ellner, deu leitura a um comunicado de grupos das novas gerações das Forças Armadas de Honduras dirigido ao Presidente conservador Juan Orlando Hernández.

Na nota os fardados exigem a Juan Orlando Hernádez que dialogue com a oposição e exigem também que se renovem os mandos das forças armadas por novas gerações. Acusam também Hernández das condições de trabalho dos militares.

Este comunicado surge a menos de 24 horas de uma mobilização que se espera seja gigante, e não só em Honduras como também no que é conhecido como Departamento 19 (hondurenhos nos Estados Unidos), na Europa e inclusive frente à embaixada hondurenha no Brasil.

Na próxima segunda-feira se farão 6 anos do Golpe de Estado sangrento que forças militares, da oligarquia e com a participação dos Estados Unidos, deram ao estado centro-americano.

Os escândalos de corrupção pelo desvio de recursos da saúde com participação confirmada do Presidente Hernández para pagar sua milionária campanha eleitoral foi o detonante desta insatisfação que se conhece como Marcha das Tocas e faz semanas mobiliza a pátria de Morazán.

Estudantes e trabalhadores demitidos de Hondutel, empresa elétrica estatal, fazem greve de fome perto da Casa Presidencial e foram separados da população pelos militares com barreiras metálicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.