Homem que matou diretora no Campeche é encontrado morto na prisão

Feminicídio no Campeche Arte: Gabriela Garcez
Por Cláudia Morriesen.

O homem acusado de matar a diretora Elenir de Siqueira Fontão, 49 anos, na última quarta-feira (19), foi encontrado morto na Penitenciária de Florianópolis, na manhã deste domingo. Geovanio da Silva Agostinho estava na cela 02 da Casa Velha. O Departamento de Administração Prisional (Deap) confirmou que ele estava isolado na cela.

Ainda não há confirmações sobre a causa da morte. Ele foi encontrado por volta das 6h15. De acordo com o Deap, todos os procedimento administrativos em relação ao caso já foram providenciados.

Leia a matéria completa aqui

Leia mais: Diretora é assassinada na escola Januária no Campeche

Mais um, mais dois, mais três: JTT Diário Ao Vivo, estreia em março

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.