Homem que cometeu feminicídio em Abelardo Luz é condenado a 15 anos de prisão

O crime ocorreu no ano passado, durante o feriado de 7 de setembro.

Imagem: Raphael Lorenzeto de Abreu. Wikipedia

Um homem foi condenado a 15 anos de reclusão, a serem cumpridos inicialmente em regime fechado, por matar a companheira em Abelardo Luz, oeste de Santa Catarina. Este foi o primeiro feminicídio registrado naquela cidade. O crime ocorreu no ano passado, durante o feriado de 7 de setembro. O Promotor de Justiça Chrystopher Augusto Danielski representou o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) na sessão do Tribunal do Júri, realizada na quinta-feira (13/9), presidida pelo Juiz Emerson Carlos Cittolin dos Santos.

O corpo de jurados, por unanimidade, considerou o réu culpado das duas acusações: homicídio qualificado e posse irregular de arma de fogo de acesso restrito. Quando questionados se o réu agiu prevalecendo-se de relações domésticas e de coabitação, os jurados responderam que sim. Com 20 anos de idade a época dos fatos, o acusado não tinha antecedentes criminais e está recolhido no Presídio Regional de Xanxerê desde outubro de 2017.

Ele atirou no rosto da esposa com uma pistola calibre 38. A vítima teve morte instantânea. Eles viviam juntos havia quatro anos. A filha do casal estava na casa no momento do crime. A vítima faz parte de uma trágica estatística: uma mulher é assassinada no Brasil a cada duas horas. Em 2017, ano do crime em Abelardo Luz, foram 4.473 casos, 946 deles feminicídios, de acordo com pesquisa realizada pelo site G1. Houve um aumento de 6,5% em relação a 2016 (Autos 00010571720178240001).

Com informações do Tribunal de Justiça de Santa Catarina

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.