Grupos de extermínio e esterilização em massa. Propostas de Bolsonaro

Via Tijolaco.com.

Por Fernando Brito.

Os “isentões”, os que dizem  “são dois extremistas”, e a “esquerda psicanalítica”, que quer autocrítica autoflagelante do PT (como se não soubesse como ela seria usada nesta hora) deveriam ler o Diário da Câmara dos Deputados de 12 de agosto de 2003, republicado hoje pelo site Congresso em Foco.

Lá, se registra que o grupo de matadores que o ex-capitão convidava para o Rio de Janeiro, cobrava a partir de R$ 50 por execução, am ando de comerciantes.

O apoio de Bolsonaro a estes monstros está gravado e foi repetido em 2007, em vídeo, que reproduzo abaixo.

Há, no discurso, ainda o “complemento” de incentivar a esterilização em massa da população.

Se querem permitir a chegada de um apologista de assassinatos e um castrador de pobres ao poder, assumam isso.

Nunca mais, porém, poderão pretender ser chamados de democratas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.