Gracias a La Negra é o espetáculo de Tatiana Cobbett sexta e sábado

Foto: André Maia

Julho de 1935, nasce Mercedes Sosa em São Miguel de Tucumã, na Argentina. De descendência ameríndia , ficou conhecida como a voz dos sem voz. Outubro de 2019, dez anos de ausência da voz que uniu a América Latina com seu canto, sua arte de personalidade insubstituível.

Com intenção de fazer uma homenagem a Mercedes Sosa, considerada uma das maiores cantoras latinoamericanas, Tatiana Cobbett, em curta temporada na Ilha, convida o pianista Fábio Oliveira e o percussionista Luis Gama para, juntos, apresentarem uma releitura própria para cerca de 10 músicas emblemáticas do repertório de Sosa.

Veja mais: Festamérica: Ajude a comunidade uruguaia de SC a ir votar no Uruguai

O espaço escolhido para as apresentações é A Casa do Teatro Armação, um imóvel centenário tombado pelo Patrimônio Histórico, com capacidade para 40 lugares, bem no centro de Florianópolis – o teatro é administrado pelo Grupo Armação, um dos mais antigos grupos teatrais do Brasil.

Mercedes Sosa, sempre ligada às suas raízes, se tornou uma das expoentes do movimento conhecido como Nuevo Cancioneiro, unindo e apresentando compositores e compositoras de toda a América Latina. Artista engajada, ativista de esquerda, foi presa e banida do seu país em 1978, só retornando à Argentina em 1982. Apelidada de La Negra pelos fãs, ficou conhecida como a voz dos “sem voz”.
“Nesta hora em que nos deparamos com um Brasil de retrocessos e embates significativos, considero que trazer à tona o trabalho insubstituível desta artista única é também, resguardada a saudade e respeito, refletir este tempo recente através da arte/música latino-americana”, diz a bailarina, cantora e compositora Tatiana Cobbett.

Serviço:
Gracias a La Negra – Tatiana Cobbett convida Fábio Oliveira e Luis Gama
Quando: Dias 11 e 12 de outubro as 20:30h
Onde: Casa do Teatro – Grupo Armação – Praça XV de Novembro 344, Centro- Florianópolis
Ingresso: $20 (Na compra pelo site Sympla)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.