Governo não desiste da capitalização da Previdência e fará projeto “por fora” da PEC

Bolsonaro e Lorenzoni, chefe da Casa Civil / Foto: Evaristo Sa / AFP

Na segunda-feira (17), ao conceder entrevista à imprensa após participar de evento em São Paulo, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o governo não desistiu de implementar o modelo de capitalização em sua reforma da Previdência e falou sobre a possibilidade de encaminhar um projeto específico ao Legislativo no segundo semestre, caso não consiga reverter a mudança no texto da proposta atual.

“Vamos ver se consegue voltar no plenário e, se eventualmente, não for possível, no segundo semestre enviaremos um projeto mais detalhado”, informou o ministro.

O parecer sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 6/2019, apresentado na última quinta-feira (13) pelo relator, Samuel Moreira (PSDB-SP), excluiu da proposta de reforma da Previdência, entre outros pontos, o trecho que instaurava o modelo de capitalização.

O fato foi considerado pela oposição como um avanço parcial na luta do campo popular contra a reforma, sobretudo por conta da exclusão momentânea do modelo de capitalização. Segundo os principais partidos opositores do governo de Jair Bolsonaro (PSL) – PT, PCdoB e Psol –, esse modelo atende aos interesses do mercado financeiro, e era considerado o ponto mais problemático da PEC.

A proposta de incluir a capitalização por meio de um segundo projeto já havia sido levantada pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas ainda não é consensual dentro da equipe econômica de Bolsonaro.

Nesta terça-feira (18), a partir das 9h, a comissão especial da Câmara que analisa o tema começará a debater oficialmente o parecer do relator Samuel Moreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.