Governo e magistério catarinense continuam sem negociação

governo categoria

A diretoria executiva do SINTE/SC juntamente com integrantes do Comando de Greve representando as Macro Regionais, participou de uma audiência, mediada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), com o secretário Eduardo Deschamps e o negociador do Governo (CONER), Décio Vargas, na manhã desta segunda-feira (27), na Fundação Escola de Governo, em Florianópolis com o objetivo de reabrir as negociações.

Como o governo estabeleceu que só poderiam entrar na sala de reuniões a representação da CNTE e mais cinco representantes do sindicato, o Comando de Greve ficou aguardando do lado de fora a reunião terminar.

O clima de nervosismo estava presente durante toda a audiência, demonstrado claramente em diversas falas de Deschamps e Vargas. Durante a tensa reunião Vargas afirmou que, “para ter os avanços que queremos, é necessária a incorporação da regência”, deixando claro que o governo não pretende abrir mão de uma das nossas principais reivindicações. Além disso, Vargas disse que considera pagar triênio para ACTs uma “aberração” jurídica.

Para o SINTE/SC esta audiência deveria ser o passo inicial de uma mesa de negociação, porém o governo continua em sua posição de negociar somente com o encerramento da greve e não houve por parte do governo a apresentação de uma proposta sem a incorporação da regência.

No final da reunião, o secretário Eduardo Deschamps pediu que o sindicato encaminhasse ao governo um documento estabelecendo quais as condições da categoria para a retomada das negociações.

Fonte: Sinte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.