Governo de Israel quer fechar escritórios de Al Jazeera

Publicado em: 07/08/2017 às 13:02
Al jazeera
Redação da Al Jazeera em língua inglesa. Israel anuncia intenção de fechar escritórios do canal em Israel. Foto: Paul Keller Flickr

Israel anunciou neste domingo a intenção de fechar os escritórios da Al Jazeera. O canal é acusado pelas autoridades israelenses de incitar à violência, anunciou o ministro das Comunicações do Governo de Israel, Ayoub Kara. Há anos que Tel Aviv acusa a Al Jazeera de “parcialidade” na cobertura do conflito entre Israel e a Palestina.

Israel junta-se assim ao conjunto de países árabes, liderado pela Arábia Saudita no bloqueio diplomático e económico ao pequeno emirado do Qatar. Para além dos argumentos acusatórios de que o Qatar estaria a financiar organizações terroristas, exigem o encerramento do canal de notícias Al Jazeera, que tem emitido notícias incómodas sobre a atuação de alguns dos líderes desses países.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, já tinha anunciado, no fim de julho, que queria expulsar o canal, acusado de atiçar a tensão nas redondezas de lugares santos de Jerusalém.

O ministério da Comunicação israelense vai ainda pedir a anulação das acreditações dos jornalistas, assim como o fim da ligações a cabo e por satélite da emissora, indicou em conferencia de imprensa.

As autoridades israelenses querem ainda limitar a capacidade de ligação ao canal através de satélites abertos que permitem à maioria dos espectadores da comunidade árabe e israelita de captar a Al Jazeera.

O ministério das Comunicações anunciou o fechamento da Al Jazeera em Israel, após quase duas semanas de tensão gerada pelas medidas de segurança israelenses na entrada da explanada das Mesquitas, lugar muçulmano de oração , em Jerusalém. A tensão ocorreu porque Israel instalou controlos militares, com videovigilância levando a protestos dos palestinos e da comunidade internacional.

 

Fonte: Esquerda.net.

Deixe uma resposta