Golpe de Estado na Bolívia: Evo, constrangido pelas FFAA renuncia. Assista o pronunciamento de Evo!

 

Redação Notícia em desenvolvimento: 18:24

Vice-presidente, Álvaro #GarcíaLinera: “Estamos renunciando para que não banhem de sangue nossos campos e bairros, para que não golpeiem mais à nossa gente.

Governos do Brasil, Argentina, Chile e Peru negaram acesso aéreo a Evo. Isso pode levar o líder boliviano a ser vítima de assassinato, segundo o líder progressista colombiano, Gustavo Petro.

Vice-presidente histórico da Bolívia, Álvaro García Linera, renuncia e afirma sua lealdade com Evo Morales.

Chefe das forças armadas sugeriu que Evo renunciasse para pacificar o país. Golpe!

Nos últimos dias polícia armada, junto com hordas fascistas, amedrentaram mulheres indígenas, queimaram casas, destruíram escritórios oficiais e atacaram populações originárias.

O golpe vinha sendo organizado antes mesmo do processo eleitoral e a OEA teve  participação ativa, por ação e omissão em todo o processo.

1 COMENTÁRIO

  1. Para um melhor posicionamento político-social dos brasileiros, seria muito bom que soubéssemos o que de importante Evo Morales fez em benefício de sua gente. A história da Bolívia e de outros países latinos tem sido de golpes, como o próprio Brasil. Aqui, já se sabe que, para livrar das FFAA de um confronto aberto contra o povo, há uma milícia armada para cumprir esse papel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.