Fórum vence ação judicial movida por tuiteiro bolsonarista Leandro Ruschel

Na ação, Ruschel, que é doutrinado de Olavo de Carvalho, pedia retratação a uma reportagem publicada pela Fórum sobre a participação dele na milícia virtual bolsonarista. Ele vai ter que pagar os custos do processo

Leandro Ruschel com Olavo de Carvalho (Montagem)

Por Plinio Teodoro.

A Juíza Fernanda Carravetta Vilande, da 13ª Vara Cível de Porto Alegre, extinguiu na quinta-feira (13) a ação judicial movida pelo tuiteiro bolsonarista Leandro Ruschel, contra a Fórum.

Na ação, Ruschel, que é doutrinado de Olavo de Carvalho, pedia direito de resposta e retratação a uma reportagem publicada pela Fórum sobre a participação dele na milícia virtual bolsonarista. O texto é baseado em uma denúncia feita pela revista Crusoé.

Em sua decisão, a juíza diz que “o direito de resposta não se confunde com o direito de retificação ou retratação, tampouco com obrigar a ré a publicar um texto – que não é eu e nem representa a sua posição – como se fosse de sua autoria”.

Além de extinguir a ação, a sentença condenou Leandro Ruschel ao pagamento das custas processuais e honorários advocatícios à defesa da Fórum, que foi representada pelos advogados Gabriel Borges e Rodrigo Valverde, do escritório Santo, Borges, Sena Advogados.

?

“A sentença foi bastante acertada. Não havia incorreção, equívoco ou ofensa na matéria, e portanto Ruschel não tinha direito de resposta, mas a ação acabou fulminada pela confusa redação do texto que o tuiteiro queria ver publicado na Fórum”, afirma Gabriel Borges.

Segundo a decisão, “o texto de resposta implicaria obrigar a ré [a Fórum] a referir que o teor das reportagens é inverídico, situação que não se confunde com o direito de resposta, o qual pressupõe que o ofendido dê sua versão dos fatos”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.