Finlândia pede à União Europeia que deixe de comprar carne do Brasil

Imagens da Nasa mostram focos de queimadas na região amazônica (NASA)

A Finlândia, que assumiu a presidência da União Europeia no começo de julho, pediu nesta sexta-feira (23/08) ao bloco que estude a possibilidade de banir a importação de carne brasileira por causa dos incêndios na floresta amazônica.

“A ministra das Finanças, Mika Lintila, condena a destruição da floresta tropical e sugere que a UE e a Finlândia devem rever urgentemente a possibilidade de banir importações de carne do Brasil”, disse o governo finlandês.

Por sua vez, a presidência do bloco , por meio da porta-voz Mina Andreeva, também se disse “preocupada com a situação”. “A Comissão está profundamente preocupada. A Amazônia é a maior floresta tropical do mundo e contém um décimo das espécies mundiais. É por isso que saudamos as intenções do Presidente [francês] Macron em discutir esta questão na reunião do G7, dada a necessidade de se atuar rapidamente”

Uma eventual aceitação do pedido se configuraria um novo revés na crise internacional causada pelos incêndios na Amazônia, que atinge diretamente o governo de Jair Bolsonaro.

O presidente da França, Emmanuel Macron, foi o primeiro líder europeu a se manifestar e, após ter sugerido que o tema fosse discutido na reunião do G7 em Biarritz, neste final de semana, e chegar a ser chamado de “idiota” pelo filho do presidente Bolsonaro, Eduardo, acusou o mandatário brasileiro de mentir e se opôs ao acordo UE-Mercosul, fechado recentemente entre os blocos.

Incêndios

A Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) divulgou na noite desta quarta-feira (21/08) imagens de satélite que mostram uma nuvem de fumaça sobre os Estados de Amazonas, Mato Grosso e Rondônia.

Por sua vez, o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) apontou um crescimento de 83% nas queimadas desde o início de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado.

O Brasil está sob intensa pressão internacional por conta das queimadas na Amazônia. Esta época é, naturalmente, de incêndios na região, mas os dados mostram que eles estão acontecendo em números acima dos esperados.

Sem provas, Bolsonaro chegou a dizer que ONGs poderiam estar causando os incêndios na região, o que não encontra base na realidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.