Festival homenageia o compositor catarinense Edino Krieger

Publicado em: 12/09/2017 às 11:53
Festival homenageia o compositor catarinense Edino Krieger

O espetáculo busca enaltecer o nome de Edino Krieger e promove a democratização da cultura

Santa Catarina receberá em setembro, o primeiro Festival de Música Contemporânea Brasileira Edino Krieger. O evento busca criar um espaço para homenagear e imortalizar o nome de Edino Krieger, promover a criação musical de compositores jovens e entrar para a agenda cultural catarinense por meio de sua realização anual.

Durante os quatro dias de programação, Santa Catarina será palco de três concertos que serão realizados em Florianópolis e um bate-papo com Edino Krieger em sua cidade natal – Brusque. A proposta tem como objetivo colaborar para uma efetiva democratização da cultura, oferecendo atividades gratuitas e permitindo que um público variado tenha acesso ao evento.

Também será realizada uma mostra musical em um hospital público da capital catarinense visando potencializar tratamentos de saúde por meio da música e oferecer acesso ao espetáculo a pacientes e seus familiares. Pensando ainda na diversidade do público, a Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) receberá dois workshops sobre música contemporânea nacional, abordando aspectos da criação e interpretação. O objetivo é a incentivar o pensamento crítico coletivo bem como ajudar na formação de público jovem.

Promover novos talentos é um dos propósitos do Festival MCB Edino Krieger. O repertório da primeira semana de concertos será escolhido por meio de um concurso de composições que busca fomentar a criação musical brasileira e prioriza a participação de compositores catarinenses, valorizando a cultura local e enfatizando o espaço de homenagem aos catarinenses.

O homenageado, Edino Krieger, ressalta que o concurso abrange toda a música contemporânea brasileira que, segundo seu entendimento, vai além do estilo vanguardista e experimental europeu. “Quando eu organizei as Bienais [de Música Contemporânea], nós, compositores, discutimos que essas bienais seriam um espaço para todos. Até porque a música contemporânea brasileira retrata o Brasil, que é conhecido por sua diversidade cultural”. O compositor enfatiza a pluralidade de elementos da cultura nacional e da música contemporânea.

Os idealizadores do projeto veem essa iniciativa com grande relevância visto que pesquisas apontam a baixa participação do brasileiro em eventos culturais. De acordo com a produtora e curadora artística do festival, Thais Nicolau, é extremamente importante promover atividades que valorizem o patrimônio histórico-cultural da região.

As projeções são de que duas mil pessoas sejam beneficiadas diretamente pela programação gratuita e aberta à comunidade. Além disso, os vídeos captados durante os concertos serão catalogados e disponibilizados gratuitamente, servindo como acervo e documentação da cultura contemporânea imaterial.

Edino Krieger

Nascido na cidade de Brusque (SC), em 1928, Edino Krieger começou sua instrução em violino aos 7 anos. Pouco tempo depois, conquistou uma bolsa de estudos para o Conservatório Brasileiro de Música e estudou por um ano na renomada escola de música Juilliard School of Music de Nova Iorque. É um dos principais nomes da criação musical brasileira. Seu catálogo inclui cerca de 150 obras para orquestra sinfônica e de câmara, oratório, música de câmara, obras para coro e para vozes e instrumentos solistas, além de partituras incidentais para teatro e cinema.

As composições de Edino têm sido executadas com frequência no Brasil e no exterior. Recebeu, entre outros, o Prêmio Música Viva, o Prêmio Internacional da Paz, o primeiro lugar no Concurso Nacional de Composição do Ministério da Educação, foi agraciado com a Medalha de Honra do Cinquentenário do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e a Medalha Anita Garibaldi de Santa Catarina.

Foi construindo, aos poucos, sua reputação de compositor com música de câmara e sinfônica, peças para teatro e cinema. Estudou composição com Lennox Berkeley e trabalhou com terapia musical no Hospital do Engenho de Dentro. Foi presidente da Academia Brasileira de Música e um dos compositores homenageados do II FMCB (Festival de Música Contemporânea Brasileira).

Serviço:

Festival MCB Edino Krieger

Data: de 26 a 30 de setembro de 2017

Mais informações: [email protected]

https://www.facebook.com/MCBedinokrieger/

Patrocínio: Santa Fé Chevrolet e Uniasselvi Florianópolis

Coordenação Geral: Grupo Sintonize

Realização: Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Florianópolis, Prefeitura de Florianópolis, Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, Fundação Catarinense de Cultura e Governo de Santa Catarina.

Fonte: Sintonize na Cultura. 

Deixe uma resposta