Festival da Cultura Campesina movimenta Campo do Meio

Festival de cultura, em Campo do Meio, pretende valorizar os artistas locais e fazer frente aos últimos acontecimentos na Usina Ariadnópolis. Foto: Gustavo Marinho.
Festival de cultura, em Campo do Meio, pretende valorizar os artistas locais e fazer frente aos últimos acontecimentos na Usina Ariadnópolis. Foto: Gustavo Marinho.

Por Raíssa Lopes*

Evento do MST quer valorizar artistas da região e mostrar resistência à reintegração de posse na Usina Ariadnópolis.

Hoje e amanhã, 22 e 23 de outubro, a cidade de Campo do Meio recebe o 1º Festival de Cultura Campesina do Sul de Minas. Organizado pelo Movimento dos Trabalhadores s Rurais Sem Terra (MST), a iniciativa pretende valorizar os artistas locais e fazer frente aos últimos acontecimentos na Usina Ariadnópolis. Lá está localizado um assentamento que resiste há pelo menos 14 anos e, em último acordo realizado com a empresa Usina Ariadnópolis Açúcar e Álcool S/A, as famílias foram obrigadas a se retirar da sede do terreno e ocupar uma área menor.

“A arte, os saberes populares e a produção de alimentos saudáveis foram despejados. Esse festival vem para mostrar que a cultura é uma grande ferramenta de transformação social e de diálogo com a sociedade. Para mostrar que iremos lutar”, ressalta a coordenadora da atividade e militante do MST, Maysa Matias.

Resistência e memória

Durante o final de semana, serão realizados shows, oficinas, apresentações de capoeira, feira de produtos da reforma agrária popular e artesanato. Além disso, na semana que antecede o festival, o MST prepara debates em escolas municipais e estaduais da região a respeito da origem dos alimentos.

“Queremos mostrar que o nosso café, por exemplo, não é igual ao dos agronegociantes, que atravessa o Brasil e é vendido lá fora. Ele faz parte de uma produção que leva saúde às pessoas e continua dando frutos, auxiliando as famílias daqui a se manterem.”, conta Maysa.

Já no evento, uma exposição fotográfica também narrará às novas gerações o histórico da luta pela terra em Campo do Meio.

*Brasil de Fato

Fonte: MST.

Você precisa estar logado para postar um comentário Login