Fascistas destroem flores e homenagens a Fidel na frente da embaixada de Cuba

Fascistas destroem flores e homenagens a Fidel na frente da embaixada de Cuba

Por Tereza Cruvinel.

O espírito do fascismo realmente está solto no Brasil. Seis rapazes em dois veículos foram no início da noite deste domingo á porta da Embaixada de Cuba e numa cena de violência e intolerância, pisotearam as flores e  destruíram objetos colocados por admiradores de Fidel Castro em frente ao portão de entrada.  O cenário de homenagens, que surgiu espontaneamente e vinha crescendo desde ontem, foi completamente destruído. Segundo funcionários da embaixada, o fato causou profunda indignação e foi qualificado como “agressão fascista”, “desrespeito” e “ultraje”.

A polícia foi chamada e obteve com funcionários da segurança a placa dos dois carros, que conseguiram anotar. Agora as autoridades buscam por fotografias que possam ter sido feitas por outras pessoas que estavam no local na hora desta agressão inominável a uma manifestação de pesar e luto.

A polícia de Brasília tem a obrigação de identificar os autores deste ato incompatível com a civilidade e o respeito entre os povos.  Personalidades de todo o mundo colocaram as diferenças ideológicas de lado para homenagear, em sua partida, o líder que marcou a história da América Latina e do mundo nos últimos 50 anos. No Brasil, a extrema direita, com sua desenvoltura crescente, dá uma demonstração de intolerância e violência.

A embaixada de Cuba abriu o livro de condolências, que ficará aberto para assinaturas do público até a próxima sexta-feira.

 —

Você precisa estar logado para postar um comentário Login