FAQ – Racismo – Think Olga

Nos últimos 10 anos, o índice de assassinatos de mulheres brancas caiu quase 10%, enquanto o de mulheres negras aumentou 54%, segundo o Mapa da Violência. No sistema público de saúde, quase 66% das vítimas de violência obstétrica são negras (Fiocruz) e elas morrem mais por negligência médica. O IBGE aponta que 75% das pessoas mais pobres do País são negras. E ainda assim muita gente insiste em dizer que não existe racismo no Brasil.

A Think Olga sabe que, para transformar a sociedade, não há arma mais poderosa que a educação. Com o objetivo de trazer informação sobre este crime, que é um dos maiores problemas sociais do Brasil, disponibilizamos este FAQ (PERGUNTAS FREQUENTES) que esclarece as principais dúvidas sobre racismo. O material traz um importante recorte de gênero, uma vez que as mulheres negras sofrem pela dupla opressão, e aborda com detalhes o racismo online, cenário em que vemos a promoção de discurso de ódio e de escalada de violência racial. Este FAQ é parte da nossa campanha #MandaPrints, criada em 2015, para combater a violência de gênero na Internet.

O material traz um importante recorte de gênero, uma vez que as mulheres negras sofrem pela dupla opressão, e aborda com detalhes o racismo online, cenário em que vemos a promoção de discurso de ódio e de escalada de violência racial. Este FAQ é parte da nossa campanha #MandaPrints, criada em 2015, para combater a violência de gênero na Internet.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.