Mumia Abu-Jamal não será executado

Os procuradores de Filadélfia, Estados Unidos, desistiram de pedir a pena de morte contra o antigo jornalista e militantes negro norte-americano Mumia Abu-Jamal, anunciou hoje a sua advogada.

Trinta anos após a sua condenação à morte pelo assassínio de um polícia branco, a decisão significa que, de acordo com a lei do Estado da Pensilvânia (leste), Mumia Abu-Jamal cumprirá prisão perpétua.

“Os procuradores fizeram o que era preciso. Após 30 anos era tempo de acabar com a busca da pena de morte”, referiu a advogada de Abu-Jamal, Judith Ritter, num comunicado. Na primavera, um tribunal de recurso federal decidiu que a condenação à morte de Mumia Abu-Jamal devia ser reexaminada, por terem sido mal formuladas as instruções dadas aos jurados durante o processo de 1982.

Em Outubro, o Supremo Tribunal rejeitou um pedido dos procuradores de Filadélfia que pretendiam voltar a impor a pena de morte ao antigo Pantera Negra. Os procuradores anunciaram hoje que não recorrerão da decisão.

Fonte: An.pt

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Se temos a comemorar com isso? temos!!! Mas prisões perpétuas são duríssimas, são uma execução de longo prazo. Fico feliz q a voz ou escrita de Mumia continuará soando pelo mundo… No entanto, precisamos mais, precisamos lutar pelo fim das prisões!!! Todxs xs presxs são presxs políticos!!!

    • Se temos a comemorar com isso? temos!!! Mas prisões perpétuas são duríssimas, são uma execução de longo prazo. Fico feliz q a voz ou escrita de Mumia continuará soando pelo mundo… No entanto, precisamos mais, precisamos lutar pelo fim das prisões!!! Todxs xs presxs são presxs políticos!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here