EUA perdem influência e governo do Haiti assume reconstrução do país

O governo de Michel Martelly assumiu, nesta segunda-feira (02/04), a responsabilidade de aprovar as solicitações de financiamento de projetos feitas ao Fundo de Reconstrução do Haiti (FRH), até então liderada pelos Estados Unidos desde o terremoto de janeiro de 2010. O anúncio, realizado na semana passada pelo ministro de Economia e Finanças, André Lemercier, indica que o Estado assumirá as funções da Comissão Interina para a Reconstrução do Haiti (CIRH), dirigida por Bill Clinton, que foi dissolvida. A medida obedece à lógica da reconstrução da institucionalidade, afirmou Lemercier. O Fundo de Reconstrução reúne sócios e fornecedores de verba para a recuperação do país desde o terremoto e conta atualmente com una disponibilidade de 100 milhões de dólares, segundo cifras oficiais. De acordo com o presidente haitiano, Michel Martelly, seu governo só recebeu um centavo de cada dólar destinado pela comunidade internacional para a reconstrução. Dois anos após o terremoto, o mandatário garantiu que as demoras na recuperação se deviam aos próprios mecanismos de distribuição da ajuda.

Os fundos para a recuperação do país caribenho estiveram, até o final de 2011, a cargo da Comissão Interina para a Reconstrução do Haiti, liderada pelos Estados Unidos. No entanto, somente um por cento dos quatro bilhões de dólares doados foram utilizados em programas sociais, segundo o presidente haitiano.

De acordo com uma reportagem publicada pela revista Dissident Voices, as ONGs (Organizações Não Governamentais) que atuam no país, assim como empresas privadas e governos, principalmente o dos Estados Unidos, eram os responsáveis pelo desvio de dinheiro destinado à reconstrução da nação caribenha.

A reportagem, consoante com as declarações de Martelly, indicou que as ineficiências e corrupção imperantes nos mecanismos de entrega dos fundos levou a que o maior receptor individual do dinheiro destinado à reerguer as ruínas deixadas pelo terremoto, que matou 300 mil pessoas, fosse o governo norte-americano.

Fonte: Prensa Latina

Imagem: http://questiondigital.com/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here