Estudantes fazem momento de conversa e alertam para reforço da segurança devido a amedrontamentos

Estudantes fazem momento de conversa e alertam para reforço da segurança devido a amedrontamentos

Por Claudia Weinman, para Desacato.info. 

Estudantes da Escola de Educação Básica São Miguel, de São Miguel do Oeste/SC, receberam na noite de sábado, dia 19 de novembro de 2016, a visita do Padre da Paróquia São Miguel Arcanjo, Reneu Zortea, que em unidade com o coletivo da Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP) e Pastoral da Juventude Rural (PJR), realizaram um momento de celebração, conversa e partilha com os/as estudantes que estão ocupando a escola desde o dia 16 de novembro.

Durante a prosa, os estudantes falaram sobre o sentimento de estar na ocupação. Sobre a necessidade de manter a organização e seguir ocupando o espaço da escola. Fizeram a leitura de uma poesia, que fala sobre os movimentos de ocupação que estão acontecendo em todo o país. Tocaram violão, partilharam a metade de um pão, doado pela mãe de uma das estudantes que ocupa o Colégio Estadual Dr. Guilherme José Missem, no mesmo município, o qual foi dividido e partilhado nas duas escolas.

Reforço na segurança

O momento de partilha também envolveu sonhos, e angústias. Os estudantes relataram que durante a noite, sofrem com amedrontamentos provocados por quem não está a favor da ocupação. Pelo fato da escola estar em reforma e ser um espaço aberto, temem que alguém de fora da ocupação jogue alguma coisa dentro da escola que possa incriminar o movimento depois. Em decorrência dessas preocupações, eles têm reforçado a segurança no local e durante toda a noite, algumas pessoas permanecem vigiando o espaço, até o amanhecer.

es
Parte da Direção da escola que não apoia o movimento de ocupação, manteve conversa com a polícia.

A situação de reforçar a segurança na escola se repete no Colégio Estadual Dr. Guilherme José Missem. O movimento ficou em alerta após a Polícia passar pela escola no final da tarde de segunda-feira, dia 21, e manter conversa com parte da Direção da escola. Os estudantes pedem solidariedade de toda a comunidade, para que continuem participando da ocupação, façam visitas na escola, ajudem a construir os debates e as atividades que estão sendo realizadas.

Organização

Nesta semana, o movimento de ocupação do colégio São Miguel organizou um cronograma que envolve debates e conversas sobre temas como: “Golpes de Estado no Brasil”, “Feminismo e o empoderamento contra o machismo”, além de amostra de cinema com a apresentação e conversa sobre filmes.

dsc_1049
Estudantes criaram regras para permanecer no local da ocupação. Foto: Movimento de Ocupação.

Os estudantes ainda realizaram uma tarde de faxina, no último domingo, dia 20 de novembro. Desde os corredores onde os estudantes circulam, até a cozinha utilizada para o preparo das refeições e a frente da escola, receberam a limpeza.

15181594_1715977762054832_5677148192518416954_n
Limpeza feita pelos estudantes, durante o domingo. Foto: Movimento de ocupação.

 O Portal Desacato seguirá acompanhando de perto as ocupações nas escolas. Especialmente, seguirá atento a esses amedrontamentos relatados pelos estudantes, reforçando seu Jornalismo de Resistência, que se coloca do lado da juventude trabalhadora, que alimenta o sonho de ter dignidade. Uma juventude que não quer mais um país de miséria. Colocar-se em defesa dessas meninas e meninos é defender a vida.

 

Você precisa estar logado para postar um comentário Login