Estudantes de São Lourenço do Oeste fazem a primeira ocupação de escola estadual em Santa Catarina

Estudantes de São Lourenço do Oeste fazem a primeira ocupação de escola estadual em Santa Catarina

SINTE/SC

Centenas de estudantes de São Lourenço do Oeste fazem a primeira ocupação de escola pública estadual, em Santa Catarina. A gestão compartilhada, que reúne a Escola de Educação Básica Soror Angélica, a Escola Básica Municipal Irmã Cecília e o CEJA, foi ocupada pelos estudantes, quarta-feira passada (19/10), no final da tarde.

Só a Escola de Educação Básica Soror Angélica conta com cerca de 600 estudantes, sendo que, até agora, 450 estudantes apresentaram autorização dos pais, para participarem da ocupação pacífica. Conforme os estudantes, a mobilização teve início, há duas semanas, quando eles mantiveram contato com estudantes e professores do Estado do Paraná, onde centenas de unidades escolas permanecem ocupadas.

Em Santa Catarina, os estudantes de São Lourenço do Oeste são os primeiros a tomarem a iniciativa, conscientes de que participam do grande momento, no Brasil, contra a Medida Provisória 746, que trata da reforma do Ensino Médio, contra a “Lei da Mordaça” (“Escola sem Partido”), reformulação da PEC 241/2016, para que não retire direitos conquistados pelos trabalhadores. O objetivo da ocupação da Escola de Educação Básica Soror Angélica, da Escola Básica Municipal Irmã Cecília e do CEJA, argumentam os estudantes mobilizados, é justamente fortalecer a luta das Centrais Sindicais e todos os Movimentos Sociais do País, que defendem os direitos dos trabalhadores, por uma educação pública de qualidade.

A Secretária Adjunta da Macrorregional Oeste do SINTE/SC, Fabiana Foletto, esteve na Escola de Educação Básica Soror Angélica, para manifestar apoio aos estudantes, que resistem às provocações e ameaças recebidas, no portão da unidade escolar. Também, a Coordenadora Regional do SINTE de São Lourenço do Oeste, Sonia Dal Piva, esteve na EEB Soror Angélica, enquanto o Secretário de Imprensa e Divulgação do SINTE/SC, Carlos Figueiredo, acompanhou as lideranças e um representante dos estudantes, numa entrevista de rádio local.

 

Você precisa estar logado para postar um comentário Login