Entidades querem o impeachment do governador Colombo

Publicado em: 14/08/2017 às 13:55
Entidades querem o impeachment do governador Colombo

Movimentos sindicais e sociais denunciam o governador Colombo pelo desvio de verbas da saúde e da educação. Também exigem que o presidente da Alesc, Silvio Dreveck, tire o processo de impeachment da gaveta. Este processo foi protocolado por lideranças há mais de três meses.

Por Daini Cerezer.

Desde 23 de maio, há mais de 36 pedidos de impeachment contra o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo. Os documentos assinados por juristas, líderes sindicais, lideranças comunitárias e de movimentos sociais devem ser analisados por Dreveck sobre suas admissibilidades, para depois tramitar oficialmente no Legislativo Estadual.

33 pedidos de impeachment denunciam desvio de quase R$ 1 bilhão nas contas do governo de Colombo, desde 2015 até fevereiro de 2016. O dinheiro procedente do ICMS arrecadado pela Celesc que deveria ir para os municípios investirem principalmente em educação e saúde foi desviado para um fundo que a sociedade não tem controle algum, que é o FundoSocial. Esse é o mesmo teor de pedido de impeachment apresentado em outubro do ano passado e que não foi levado adiante pelo presidente da Assembleia Legislativa na época, o deputado Gelson Merísio.

ALESC ainda não analisou parecer sobre as contas de 2014 e 2015

Apesar da auditoria técnica do TCE/SC apontar 15 irregularidades nas contas do governador Raimundo Colombo, referentes ao exercício financeiro de 2016, as contas foram aprovadas pela maioria dos conselheiros do Tribunal. No entanto, a Assembleia Legislativa não se pronunciou sobre isso até o momento.

Manifestação quer chamar atenção sobre o caso

Para denunciar o desvio de verbas da saúde e da educação cometido pelo governador Colombo, dirigentes sindicais e dos movimentos sociais vão para as ruas na próxima segunda-feira, 14/08, às 17 horas em frente ao Terminal de Integração do Centro (TICEN).

E para chamar atenção dos deputados, no dia 15 de agosto, signatários do impeachment, representantes sindicais e do movimento social, juristas e parlamentares organizam uma manifestação na Assembleia Legislativa, às 10 horas. Um pedido de audiência com o presidente do Legislativo estadual já foi entregue pelo Sinte/SC.

Agenda

O quê: Mobilização para desengavetar da ALESC os pedidos de impeachment do governador Colombo, além de denunciar o desvio de verbas da saúde e da educação

Quando: 15 de agosto (terça-feira)

Horário: 10h

Onde: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina

 

Um Comentário para "Entidades querem o impeachment do governador Colombo"

  1. Claudia Maria   13/09/2017 at 18:12

    Esse bandido que faliu Santa Catarina e desviou dinheiro da saúde,educação e outras áreas tem que ser cassado, preso e devolver tudo o que roubou com juros e correção monetária.

    Responder

Deixe uma resposta