Syriza vence nas eleições da Grécia

—————————-

bandera grecia 2015

Brasília 13:50

100 % dos votos apurados

mapa final Grécia

—————————-

Brasília 12:00

Para poder ser primeiro ministro, Alexis Tsipras do Syriza se uniu com Gregos Independentes, um pequeno partido de direita. As críticas já começaram.

Alexis Tsipras foi o primeiro mandatário a tomar posse em cerimônia não religiosa.

Se aliando com o partido Gregos Independentes, Tsipras priorizou o eixo austeridade/anti-austeridade sobre o eixo esquerda/direita.

Gregos Independentes tem uma posição clara e dura contra a Troika.

Durante a campanha já tinha ficado claro que o Partido Comunista (KKE) não faria aliança com o Syriza.

—————————-

26 de janeiro

Brasília 10:45

Hoje, Alexis Tsipras tomará posse como Primeiro Ministro. Segundo vários meios gregos, a cerimônia acontecerá por volta do meio-dia, horário brasileiro de verão.

Espera-se que ele seja o primeiro mandatário grego a não fazer o juramento sobre a Bíblia.

—————————-

26 de janeiro

Brasília 10:35

99,94 % dos votos apurados. Syriza continua com 149 deputados. Não é suficiente para ter maioria absoluta (151). Agora precisará apresentar seu programa no Parlamento e obter 151 de 300 votos.

99 994

—————————-

Brasília 22 hs

Fechamos nossa cobertura de hoje, agradecendo a participação dos nossos companheiros jornalistas, diretamente de Atenas: Joshua Tartakovsky e Kevin Ovenden, que vieram enriquecer ainda mais nossa família jornalística.

A vitória do povo trabalhador da Grécia é motivo de alegria para nosso portal. Agora, a fiscalizar que Syriza cumpra seus compromissos com a Classe Trabalhadora.

Tali Feld Gleiser na República Dominicana e Raul Fitipaldi, em Florianópolis, agradecem sua companhia. Até amanhã!

Obrigada Josh and Kevin

—————————-

Brasília 21:45

Parece que Syriza não conseguirá a maioria absoluta. Com 87,53 % dos votos apurados, ainda faltariam mais dois deputados. Se isso se mantiver, amanhã devem, começar as conversações para formar um governo de coalizão com outros partidos como Gregos Independentes e Pasok.

—————————-

Brasília 21:00

Fotos de Joshua Tartakovsky, frente à Universidade de Atenas.

Alexis 2 Joshua

Alexis Tsipras se dirige a um Povo entusiasmado, depois de 5 anos de humilhação, austeridade miserável, desemprego, suicídios e entrega da soberania grega.

povo

camaradas alemães JOshua

Partido Die Linke, da Alemanha prestigiou e festejou a vitória de Syriza

Joshua

Bandeira com a foice e o martelo dá marco às palavras de Tsipras frente à  Universidade de Atenas”

Alexis Joshua

Alexis Tsipras antes de dirigir-se ao povo grego no largo da universidade de Atenas

—————————-

Brasília 20:40

A música russa Katyusha a todo volume junto à barraca do Syriza. 

Nossos companheiros relatam a emoção expectante das pessoas. Ainda não se sabe se Syriza terá a maioria absoluta.

—————————-

Brasília 20:25

Rápida análise do discurso de Alexis Tsipras, do nosso companheiro em Atenas Kevin Ovenden.

Comentários rápidos sobre o discurso de Alexis Tsipras

1) Sol nascente – justiça e democracia. Homenagem a Pasok. O sol nascente era/é a logomarca do Pasok.

2) Jeito de falar – pausado e mudando de formal para um registro pessoal: direto do livro de Andreas (Papandreu).

3) Não disse que foi uma vitória da Esquerda.

4) Governo para todos os gregos é o discurso padrão para todos os ganhadores. Não quer dizer nada especial.

5) “Adeus, Troika” é forte. Muito forte. Os alemães ficaram loucos especulando com que a Troika poderia ser substituída. Só o FMI tem autoridade legal para fazer cumprir os elementos do “programa” que tem a ver com políticas sociais.

6)  Muita ênfase  ênfase in na soberania nacional e a dignidade. Esta é linguagem que o memorándum não aceita.

Portanto, ainda na corda bamba, mas a campanha foi feita por esquerda. O discurso da vitória foi feito de um ponto de vista da soberania nacional.

Isso pode ser um sinal da direção do Syriza.

—————————-

Brasília 19:50

Alexis Tsipras: “A nossa vitória é também a vitória dos povos que lutam contra a austeridade.”

troika

—————————-

Brasília 19:45

Enquanto Alexis Tsipras faz o discurso para seus apoiadores, ainda faltariam dois deputados para a maioria absoluta, com 59,64 % dos votos apurados.

59 64

—————————-

Brasília 18:50

Resultados com  47,07 % dos votos apurados.

47 07

—————————-

Brasília 18:30

Os dados vão mudando. Syriza, 148 deputados, a 3 da maioria absoluta. Falta apurar os votos de Atenas, onde Syriza espera fazer uma boa votação.

—————————-

Brasília 18:20

Na tradição grega, quem vencer vai para uma sala e fala, Pedro Brieger informa que Alexis Tsipras falará primeiro na frente do seu povo, na rua.

—————————-

Brasília 17:40

Dados oficiais 

Syriza: 150 deputados. Falta um para a maioria absoluta. Os militantes e simpatizantes esperam para comemorar.

projeç

—————————-

Brasília 17:25

#Grécia Eleições

Os alemães de Die Linke e os espanhóis de Podemos junto com Syriza. Pablo Iglesias, líder de Podemos, subiu ao palanque junto com Alexis Tsipras no encerramento da campanha em Atenas.

die linke
Foto Die Linke via Andreas Xenos.

podemos syriza

—————————-

Brasília 16:45

Atenção! Começou a contagem de votos. O método é mais complexo e atrasado que no Brasil e em geral, que em toda América Latina.

Syriza aparece primeiro em todas as regiões, mas, é cedo para avaliar maiorias absolutas.

—————————-

Brasília 16:08

Este foi o primeiro twitter, depois da boca de urna, desde a sede do partido de esquerda, Syriza.

“A Esperança Venceu.”

1º tuite

Tsipras b

Brasília 16:00

Saiba, em duas llinhas, quem é Zyrisa:

Zyrisa é um partido fundado em 2004, nele convergiram vários movimentos políticos de esquerda com a liderança dos euro-comunistas.

Seu jovem líder, Alexis Tsipras (centro da foto), foi eleito nas internas de 2007.

Com sua liderança, Syriza se tornou o principal partido de oposição na Grécia e obteve cadeiras no Europarlamento.

O tema central da sua campanha é a dívida externa grega.

Brasília 15:27

#Grécia Eleições

Enquanto já se escutam festejos na rua, os carros buzinam e as pessoas se aproxima à sede de Syriza, um partido que foi criado de última hora pelos interesses conservadores, e que comanda de aluguel Giorgios Papandreu, ex primeiro ministro, pode ter o 3% que lhe faltaria a Syriza para obter a maioria absoluta, 151 cadeiras no Congresso, o que lhe permitiria escolher a Alex Tsipras como Primeiro Ministro.

————————–

Brasília 15:22

Há tensão continua, apesar das pesquisas que dão vencedor ao Partido de Esquerda, Syriza, de Alex Tsipras, pois precisa de maioria absoluta, para escolher o Primeiro Ministro e isso ainda não está garantido.

Ainda não há festejos na sede do partido e Tsipras ainda não apareceu em público.

——————–

Brasília 15:10

Mais resultados de pesquisa de boca de urna, embora Kevin Ovenden informe que ainda há pessoas votando.

Syriza 35,5 – 39,5 %

Nova Democracia 23 – 27 %

Syriza 146 – 158 cadeiras no Parlamento, Nova Democracia 65 – 75, Potami 17 – 22, Amanhecer Dourado 17 – 22, Partido Comunista (KKE) 13 – 16, Pasok 12 – 15, Gregos Independentes 10 – 13, Kinima 0 – 8

————————-

Brasília 15:04 URGENTE

Primeiras pesquisas de boca de urna: 39,5% a 27,5

Syriza: 39,5%

Nova Democracia: ENTRE 27,5%

————————-

Brasília 13:51

A tensão vai aumentando. Para que o partido Syriza obtenha o governo com Alex Tsipras precisa de 151 deputados. Isto significa entre um 35% e um 40%.


Os partidos ingressam ao Parlamento a partir de obter um 3%. Essa configuração permite, através de coalizões, verificar a quantidade correta para designar Primeiro Ministro.

Para Syriza não depender de coalizões, precisa de 151 cadeiras.

————————

Brasília 13:15 h

A votação encerra daqui a duas horas.

————————

Brasília 13:10 h

Dados extra-oficias de pesquisas de boca de urna, enviados por Kevin Ovenden.

Syriza: Entre 35 % e 39 %, suficientes para ter maioria absoluta.

Nova Democracia: 25 %.

Depois Amanhecer Dourado, o Partido Comunista, Pasok e Gregos Independentes.

————————

Brasília 12:50 h

Grécia: redes de solidariedade e intervenção política

A reportagem do Esquerda.net visitou um dos muitos centros sociais que se organizam por iniciativa autónoma para responder aos efeitos da crise. São organismos que podem vir a ser o suporte para o governo do Syriza quando ele necessitar de entrar em confronto com as antigas estruturas. Por Catarina Príncipe, Nuno Moniz e Ricardo Sá Ferreira. Leia em: http://www.esquerda.net/artigo/grecia-redes-de-solidariedade-e-intervencao-politica/35567 Enviado por Joshua Tartakovsky.

 artigo_cat1

————————

Brasília 12:30

O colega argentino Pedro Brieger informa de Atenas que, segundo dados extra-oficias, Syriza venceria por 10 pontos, mas não conseguiria a maioria absoluta necessária.

Os jovens, eleitorado do Syriza, votam à tarde e poderiam mudar o panorama.

brieger

———————— Brasília 11:45600 cleaning ladies

No discurso que Tsipras deu na praça Omonia na quinta-feira à noite, vários manifestantes usavam luvas vermelhas, em solidariedade com mais de 600 mulheres que perderam seu trabalho na limpeza do ministério das Finanças. Elas foram demitidas devido ao plano de “austeridade” e lutam pelos seus direitos há meses. Syriza prometeu devolver os seus postos de trabalho.

Informação e foto: Joshua Tartakovsky.

————————

Brasília 11:27

Pequeno enfrentamento entre partidários do partido progressista Syriza e apoiadores de grupos fascistas frente a colégio eleitoral em Atenas.

Vídeo de ??????? ????, enviado por Kevin Ovenden:

————————

Brasília 11:00

Cenário eleitoral – reporte de Kevin Ovenden

O eleitorado grego soma 9 milhões, 800 mil votantes. Um detalhe importantíssimo é que 200.000 jovens foram forçados a emigrar devido à crise. Como não se pode votar no exterior, muitos se esforçaram para viajar a Grécia e cumprir sua obrigação, esperançados numa mudança.

————————-

Brasília 10:41

O voto é obrigatório, menos para as pessoas que têm mais de 70 anos de idade. Se um eleitor está fora do país ou se encontra a mais de 200 km do centro de votação que lhe corresponde, também fica liberado da obrigação.

Restam pouco mais de 5 horas para exercer esse direito.

————————

Brasília 10:30

Mais de 2 mil jornalistas de 75 países informam em direto desde diversos pontos da Grécia. Nunca houve um interesse tão grande por um resultado eleitoral no país heleno.

Dentre eles, nosso companheiro, Joshua Tartakovsky (foto) porque Desacato.info também está interessado no futuro dos trabalhadores gregos.

Tartakovsky

————–

Brasília 10:15

O líder de Syriza, Alex Tsipras já exerceu o voto. Segundo reporta nosso companheiro Kevin Ovenden (foto), os resultados de boca de urna aparecerão por volta das 16 h de Brasília.

O processo de votação continua em calma.

Kevin Ovenden

———————-

Bom dia! Aqui estamos, repassando as informações que nos chegam desde a Grécia, país que pode mudar o quadro político da União Europeia, a partir destas eleições legislativas que podem mudar o primeiro ministro da península helena, se o partido Syriza, de Alex Tsipras, obtém maioria parlamentar e leva Tsipras, a ser o mais novo primeiro ministro em mais de um século. 

Acompanhe-nos com A Outra Informação! De Atenas, recebemos os informes Kevin Ovenden e Joshua Tartakovsky para Desacato.info e reproduzimos os informes do diretor de NODAL, Pedro Brieger.  Na redação de Desacato, em Florianópolis e República Dominicana, Raul Fitipaldi e Tali Feld Gleiser respectivamente.

Venha junto, algo pode mudar na Velha Europa!


Terça-feira, 20 de janeiro

16:00 h

No próximo domingo, a votação encerra às 15:00 h, hora de Brasília.

As pesquisas de boca de urna são permitidas na Grécia, portanto poderá se ter o resultado assim que a votação acabar. Mas resultados oficiais, só por volta das 18:00, horário de Brasília.

12:00 h

Vantagem do Syriza cresce em todas as sondagens a cinco dias das eleições

Na sondagem da GPO, transmitida pelo Mega Channel, o Syriza reúne 30,4% das intenções de voto, face aos 26,4% do partido de Samaras – um aumento de 0,8 pontos percentuais para o partido da extrema-esquerda face à sondagem anterior divulgada em 7 de Janeiro. A GPO questionou 1.200 pessoas entre os dias 16 e 19 de Janeiro, e não apresentou uma margem de erro.

Uma outra sondagem, conduzida pela Alco, coloca o Syriza com uma vantagem de 4,4 pontos percentuais face à Nova Democracia. O apoio ao principal partido da oposição cresceu de 31,2% na anterior sondagem para 31,7%, na mais recente. Já o apoio à Nova Democracia desceu de 27,8% para 27,3%.

Alexis Tsipras

Na foto: Alexis Tsipras, líder do Syriza.

Com informações de JornaldeNegócios.pt

Leia mais sobre as eleições na Grécia:

Tsipras: Em 26 de janeiro, o governo grego da maioria das pessoas!

Crise grega e a possível alternativa à austeridade

O que é a Syriza, a esquerda que pode chegar ao poder na Grécia

Foto de capa: Tali Feld Gleiser, aeroporto de Atenas.

Ajude a financiar a estadia do jornalista Kevin Ovenden na Grécia comprando uma das camisetas de Greek for Hope, de Philosophy Football

Syriza-s-s (1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.