Documentários sobre mulheres, lutas e resistências

Publicado em: 19/08/2017 às 06:47

Por Beto Novaes.

Um retrato da vida e da luta das pescadoras nos manguezais do Nordeste do Brasil. O modo de vida e a sobrevivência de suas famílias estão ameaçados pela poluição de grandes indústrias e pelo turismo predatório, causadores de danos ao ecossistema. O documentário destaca o engajamento e a resistência dessas mulheres em busca da preservação e demarcação dos territórios pesqueiros, manutenção e ampliação dos seus direitos sociais, melhoria das condições de trabalho e da saúde.
Acesso com opção de legenda em português, espanhol, inglês e francês

https://youtu.be/P62sFliw7K8

Linha de Corte: O documentário Linha de corte mostra o impacto do sistema de pagamento por produção na saúde do trabalhador rural, desnudando a precariedade do trabalho no interior dos canaviais das modernas usinas paulistas, cenário de pouca visibilidade social. Acesso com opção de legenda: inglês, espanhol, sem legenda

Linha de Corte

Nuvens de veneno: O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de soja, algodão, milho e também um dos maiores consumidores de fertilizantes químicos e agrotóxicos. Nuvens de veneno expõe as preocupações com as consequências do uso desses agroquímicos no ambiente, especialmente, na saúde do trabalhador. Acesso sem legenda

Nuvens de Veneno

As sementes: O documentário retrata trajetórias de vida de mulheres agricultoras que participam ativamente dos movimentos agroecológicos no Brasil. “Essas mulheres se organizam de forma autônoma, em movimentos próprios, e têm-se constituído como lideranças sociais e políticas que questionam muitos preconceitos presentes no imaginário social.

Acesso com opção legenda: francês, italiano, inglês, espanhol e português : https://youtu.be/kCbfeqyKEms

Migrantes:  é um documentário que retrata as condições de trabalho e vida dos trabalhadores do Nordeste nos canaviais das modernas usinas paulistas e os motivos que os levam a migrarem de suas terras para submeterem-se a um trabalho árduo, penoso, arriscado no corte da cana. Nos canaviais, eles ficam sujeitos a uma nova disciplina e submetidos a um ritmo de trabalho que os coloca no limite de suas capacidades físicas:

Acesso Legenda em português:  Migrantes“,

Para acesso com legenda em francês, espanhol e inglês  ir para Filmografia Beto Novaes

  • “Nuvem de Veneno”: sobre às conseqüências do uso intensivo do agrotóxico nas lavouras de grãos, Mato Grosso, na saúde coletiva, dos trabalhadores e no meio ambiente.

Roteiro produzido a partir da pesquisa do Dr. Wanderley Pignati/ UFMT – FIOCRUZ.

  • “Linha de Corte” sobre às conseqüências da precarização e intensificação do trabalho na saúde dos trabalhadores canavieiros nas usinas paulistas.

Roteiro produzido a partir da pesquisa coordenada pelo prof. Rodolfo

Vilela da Faculdade de Nutrição/USP- CEREST – Piracicaba.

  • “Mulheres das águas” retrata a organização e as lutas das mulheres marisqueiras que vivem do trabalho nos manguezais do Nordeste.

Roteiro produzido a partir da pesquisa coordenada pelo Dr. Carlos Minayo/FIOCRUZ e pelo Dr. Paulo Pena da Faculdade de Medicina/ UFBA.

  • O documentário “As Sementes” registra as lutas das mulheres na implantação do sistema agroecologico na produção familiar.

O roteiro deste doc foi construído a partir da tese de doutorado   “Mulheres e Agroecologia: transformando o campo, as pessoas e as florestas” de Emma Siliprand defendida no Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília, 2009.

  • O documentário “MIGRANTES” versa sobre migrações de jovens do

Nordeste para o trabalho na safra da cana das “modernas” usinas paulista.

Roteiro contruído a partir de pesquisa coordenada pelos professores: Francisco José da Costa Alves/UFSCar, Marcelo Sampaio Carneiro/UFMA, Maria Dione Carvalho de Moraes/UFPI, José Roberto Novaes/UFRJ.

a) Outros documentários produzidos no âmbito deste projeto, muitos dos quais legendados em vários idiomas, estão disponibilizados no link do youtube Filmografia Beto Novaes.

b) O livro “Migrantes”, base do documentário “Migrantes” está sendo distribuído pela editora da UFSCar.

O livro “Mulheres e Agroecologia: transformando o campo, as pessoas e as florestas” também produzido no ambito deste projeto, esta sendo distribuído pela Editora da UFRJ

c) Os documentários estão sendo distribuídos pela Editora da UFRJ e FIOCRUZ

d) Os documentários disponibilizados podem ser reproduzidos e distribuídos sem nenhuma restrição.

 

Deixe uma resposta