Diretora trans paraense é premiada em festival de cinema de São Paulo

Imagem: Reprodução

Transamazonia é um longa-metragem paraense, que foi premiado na categoria “Melhor Direção”, no 27º Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade, realizado na última quarta-feira (20), no Centro Cultural São Paulo (CCSP).

O longa conta a história de duas paraenses: Melissa, uma universitária e mãe, de 21 anos, que vive no sudeste paraense; e Marcelly, que aos 35 está desempregada e mora com a família no interior do Amazonas.

As duas personagens são travestis e vivem em pontos distintos da Rodovia Transamazônica, local que teve o desenvolvimento como promessa de campanha política, mas que nunca foi implantado de fato. As diretoras do longa são as paraenses Bea Morbach, Débora Mcdowell e Renata Taylor, essa última a primeira diretora trans a ganhar o prêmio.

O Festival é realizado desde 1993, pela Associação Cultural Mix Brasil, com o objetivo de buscar novos caminhos para a compreender a comunidade LGBTQ+, despida de preconceitos, promovendo a cidadania e combate a qualquer forma de homofobia e transfobia.

Confira o trailer de Transamazonia:

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.