Digitais de possível assassino de Marielle Franco são encontradas

Assassinada aos 38 anos de idade, vereadora do Rio Marielle Franco (PSOL) foi homenageada na Câmara dos Deputados. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil 15.3.18

Policiais civis e federais que atuam no caso da morte da vereadora Marielle Franco (Psol) e do motorista Anderson Gomes encontraram digitais parciais do possível assassino dos dois.

Elas estavam nas cápsulas que alimentaram a pistola 9mm que vitimou a vereadora e o motorista no dia 14 de março e foram encontradas na região em que ocorreu o assassinato, no bairro do Estácio. A informação é do jornal O Globo.

As digitais, contudo, estão “fragmentadas”, conforme a própria perícia admite. Assim, elas não podem ser comparadas com as digitais disponíveis no banco de dados da Polícia Civil do estado. Mas podem ser confrontadas com a digital de um possível suspeito, caso a polícia venha a identificar algum.

Leia mais: Queima de arquivo: Assessor de vereador ouvido no caso Marielle é executado

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here