Dia da Vitória: há 74 anos, União Soviética derrotava o exército nazista

Soldado hasteia bandeira soviética no telhado do Reichstag, a sede do Parlamento alemão, em 9 de maio de 1945 / Foto: Yevgeny Khaldei

Em 9 de maio de 1945, há exatos 74 anos, a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) anunciava a vitória sobre o Exército nazista, dando fim à Segunda Guerra Mundial – chamada pelos soviéticos de “Grande Guerra Patriótica”. A data é conhecida na Rússia como “Dia da Vitória”. 

A rendição sem condições da Alemanha havia sido assinada na madrugada do dia 7 de maio pelo general Alfred Jodl. O militar seria, mais tarde, condenado à morte pelo Tribunal de Nuremberg por crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

Do lado vencedor, a ata de capitulação foi assinada pelo general Walter Bedell-Smith, chefe do Estado Maior do general estadunidense Dwight Eisenhower, e pelo general soviético Ivan Suslaparov. François Sevez, adjunto do general francês Alphonse Pierre Juin, também assinou o documento na condição de testemunha.

O fim da guerra ocorreu após a Batalha de Berlim, último capítulo da ofensiva soviética contra as forças alemãs. A batalha teve início em abril, com a arremetida aos países ocupados pelos nazistas, e depois se deslocou até a capital alemã.

Em 30 de abril, na reta final do confronto, o líder nazista Adolf Hitler se suicidou. Pouco depois, Berlim se entregava, encaminhando a rendição que aconteceria no dia 7.

O fim da guerra já era esperado desde fevereiro de 1943, quando o Exército Vermelho venceu o Wehrmacht (Exército alemão) em um dos maiores confrontos militares da história, conhecido como Batalha de Stalingrado.

Mais tarde, em 6 de junho de 1944, os Aliados desembarcavam na Normandia, data conhecida como “Dia D”. A operação é considerada a maior invasão por mar da história e deu início à libertação dos territórios ocupados pelos alemães no noroeste da Europa.

Embora o fim da guerra tenha sido confirmado em sete de maio, os aliados haviam concordado que a comemoração deveria acontecer somente no dia 9. Jornalistas ocidentais lançaram a notícia da rendição mais cedo que o acordado, precipitando as comemorações. Já a URSS manteve a celebração na data combinada.

O 9 de maio se tornou feriado e é comemorado anualmente na Rússia com desfiles militares e homenagem aos mortos. Segundo um levantamento feito em 2015, o Dia da Vitória é a data mais lembrada pelos russos, à frente da Revolução Russa de 1917 e do primeiro voo espacial de Yuri Gagárin.

Colaborou Tiago Angelo/Edição: Daniel Giovanaz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.