Desacato apresenta programa sobre Paulo Stuart Wright na ALESC

A entrevista sobre a vida do deputado estadual Paulo Stuart Wright, produzida pela cooperativa Desacato, será exibida nesta quinta-feira (24) no Plenarinho que leva o nome do deputado, que desapareceu durante o período da ditadura militar no Brasil.

Por Daysi Schio. 

Em 1º de setembro de 1973, num trem urbano em São Paulo, Paulo Wright foi seguido e preso por agentes do Centro de Informações do Exército e desapareceu nos porões da ditadura. Por isso, os que defendem a democracia, a liberdade de expressão, os direitos dos trabalhadores não podem deixar que seu legado desapareça e sua história seja esquecida.

Seu trabalho junto aos movimentos sociais e sindicatos e seu interesse pela condição operária o levou a trabalhar na construção civil e nas fábricas paulistas como torneiro mecânico. Foi um dos fundadores de um grupo contrário à discriminação racial.

Em Santa Catarina, trabalhou como metalúrgico e ajudou a criar os primeiros sindicatos de Joaçaba. Candidato a prefeito pelo PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), perdeu a eleição por apenas nove votos. Em 1958, assumiu a direção da Imprensa Oficial do Estado deu inicio à organização de várias cooperativas de pesca nos municípios do litoral, que depois reuniu em uma federação, a Fecopesca, com o objetivo de colocar o controle da pesca nas mãos dos pescadores.

Eleito como deputado em 1963 pelo PSP (Partido Social Progressista), usava a tribuna para denunciar o controle de grupos tradicionais de Santa Catarina sobre a pesca. Denunciado por subversão em 9 de maio do ano 1964, sob alegação de falta de decoro parlamentar foi cassado por uma Assembleia Legislativa subserviente que queria mostrar apoio ao golpe militar e com votos de parlamentares de seu próprio partido.

Mesmo na clandestinidade, Paulo voltou ao Brasil e ingressou na Ação Popular, onde se tornou um de seus líderes. Ele era sem dúvidas uma ameaça à forma de pensar e agir dos que assumiram o poder com o golpe militar e não podia de forma nenhuma continuar livre e vivo. Em 1973, foi sequestrado e está desaparecido até hoje.

Paulo Stuart Wright, presente!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.