Deputado pede fim do PT por entrevista de Gleisi e PGR abre investigação

Deputado Major Olimpio. Foto: Reprodução do Facebook

De acordo com informações da Coluna do Estadão, de Andreza Matais, a Procuradoria-Geral da República instaurou procedimento preliminar, nesta quarta-feira (18), para analisar a possibilidade de abrir inquérito sobre um vídeo gravado pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), para a TV Al-Jazira. A determinação partiu da titular da Secretaria Penal da PGR, subprocuradora Raquel Branquinho.

Por outro lado, o deputado federal Major Olímpio (PSL-SP) entrou também com uma representação na PGR e no Senado onde pede ao Tribunal Superior Eleitoral que o Partido dos Trabalhadores seja extinto por causa das declarações. Ele alega que a petista teria cometido crimes contra a segurança nacional e a ordem social e política por “incitar o mundo árabe” para aderir à luta contra a prisão de Lula.

No plenário do Senado, a presidente do PT reiterou sua fala à TV Al-Jazira e classificou as críticas como xenofobia.

+Como o Rio Grande do Sul se tornou uma trincheira do atraso no Brasil

Na gravação, Gleisi Hoffmann diz que o ex-presidente Lula é um preso político e um grande amigo do mundo árabe. “Ao longo da história, o Brasil recebeu milhões de árabes e palestinos, mas Lula foi o único presidente que visitou o Oriente Médio. Em seu governo, o comércio com o Oriente Médio se multiplicou”. Gleisi lembrou também que Lula sempre defendeu a existência do Estado Palestino.

Veja abaixo o vídeo e a transcrição da fala de Gleisi Hoffmann:

“Ao longo da história, o Brasil recebeu milhões de árabes e palestinos, mas Lula foi o único presidente que visitou o Oriente Médio. Em seu governo, o comércio com o Oriente Médio se multiplicou”. Gleisi lembrou também que Lula sempre defendeu a existência do Estado Palestino.

Lula foi condenado por juízes parciais num processo ilegal. Não há nenhuma prova de culpa, apenas acusações falsas”, afirma. A TV Globo, que domina a mídia no Brasil, fez uma campanha de mentiras contra Lula. A Globo está pressionando o judiciário brasileiro a não conceder liberdade a Lula, apesar dela estar prevista na Constituição. Isso fere os Direitos Humanos e fere a democracia brasileira.

A prisão de Lula é a continuidade do golpe que iniciou em 2016, com a retirada da presidenta Dilma do governo. Ela não cometeu nenhum crime, assim como Lula também não cometeu. É um preso político. Ele é inocente.

O governo golpista está retirando direitos dos trabalhadores e do povo brasileiro e liquidando com o patrimônio nacional. Nossas grandes reservas de petróleo no oceano estão sendo entregues a multinacionais, petrolíferas da Europa e também dos EUA. A política interna passu a ser ditada pelo Departamento de Estado Norte Americano.

A maioria do povo brasileiro quer viver como nos tempos de Lula. Todas as pesquisas mostram que Lula será eleito o próximo presidente do Brasil. O objetivo da prisão ilegal é não permitir que Lula seja candidato. Mas o povo está resistindo a esta injustiça. Há manifestações todos os dias em todos os lugares do país e, há mais de uma semana, nós estamos acampados em frente a Polícia Federal, onde Lula está preso. Em todo o mundo há manifestações de solidariedade ao ex-presidente e pedidos de solidariedade. Convido a todas e a todos a se juntarem conosco nesta luta. Lula livre.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.