Depois de propaganda ofensiva, manifestantes pedem boicote às Lojas Marisa em Florianópolis

Por Marcelo Zapelini, para Desacato.info.

“De mulher pra mulher: não compre na Marisa” recomendaram os manifestantes diante da filial da rede varejista, no centro de Florianópolis, hoje, 15 de maio. O protesto foi um reclamo contra a propaganda do dia das Mães que diz “a”Se sua mãe ficar sem presente, a culpa não é da Marisa“.

Para a integrante do Movimento de Mulheres Trabalhadoras Urbanas, Schirlei Azevedo, não se pode deixar que tal iniciativa vire moda e se naturalize. “O que a Marisa fez com a dona Marisa (Letícia Lula da Silva) foi para além de tudo o que a gente poderia imaginar. Por isso estamos aqui hoje, para dar um basta nisso”.

Mulheres e homens protestaram durante o horário do almoço contra a peça que pegou carona na interpretação, feita pelos grandes veículos de comunicação, de que o ex-presidente Lula teria culpado sua falecida esposa no caso do “Triplex do Guarujá”, em depoimento diante do juiz Sérgio Moro, em Curitiba, na quarta-feira 10.

Além da peça que, denunciaram, atacou a memória da ex-primeira dama, também criticaram o envolvimento da empresa com sonegação fiscal, trabalho análogo ao escravo e de ofender as mulheres na propaganda.

Apesar disso, os manifestantes aplaudiram os funcionários. “Nós temos respeito pelos os trabalhadores das Lojas Marisa”, afirmaram.

Quando o nome de Lula foi citado na manifestação, parte das pessoas que assistiam desde a Praça XV, vaiaram. Os manifestantes responderam com pedidos de respeito ao luto da família Lula da Silva.

No encerramento do ato, os manifestantes prometeram voltar caso não haja retração por parte da empresa.

lojas-marisa

lojas-marisa-2

lojas-marisa-capa

Você precisa estar logado para postar um comentário Login