Democracia é tema de Mostra de Cinema e Virada Cultural, em Curitiba

Os músicos Estrela Leminski e Téo Ruiz, a banda de rock Partigianos e o grupo de teatro Revanche estão entre outras atrações confirmadas / Divulgação

Por Júlia Rohden.

Na próxima semana acontece em Curitiba a Mostra de Cinema Pela Democracia e a Virada Cultural com atividades gratuitas em defesa da liberdade do ex-presidente Lula. A Mostra de Cinema começa na segunda-feira (30) e segue até domingo (6), com exibições às 19h, na Praça Santos Andrade, no Centro da capital paranaense. Na quarta e quinta-feira, também acontece a Virada Cultural, com atrações de teatro, circo, música e performances, das 10h às 18h, no mesmo local.

Um dos destaques da Mostra de Cinema é o documentário “O Processo”, de Maria Augusta Ramos, que retrata a trajetória política que culminou no golpe contra Dilma Rousseff, em 2016. A produção foi recentemente premiada no Festival Internacional de Documentários da Suíça e estreia nos cinemas brasileiros no próximo dia 17. Também está confirmada a exibição do filme “Joaquim”, que conta a história de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes. A sessão terá a presença do diretor Marcelo Gomes e do ator Julio de Andrade.

Já a Virada Cultural terá apresentações dos músicos Estrela Leminski e Téo Ruiz, da banda de rock Partigianos, do grupo de teatro Revanche, entre outras atrações.

Iniciativa coletiva

A proposta surgiu de vários profissionais que se juntaram para reivindicar a democracia e repudiar os retrocessos impostos na atual agenda política brasileira. O grupo considera a prisão do ex-presidente Lula mais um símbolo dos ataques à democracia. “Um ato desses é muito importante. Ficará marcado na história que estamos contra tudo isso”, avalia Alondo Pafyeze, um dos idealizadores do evento. Ele conta que o telão no qual os filmes serão exibidos está viajando do Acre até Curitiba de ônibus.

Pafayeze ressalta que a programação da Mostra de Cinema inclui filmes que retratam diversas regiões do país. “O cinema é um campo de disputas onde se reproduzem e fortalecem conceitos, identidades, princípios e convicções. Uma espécie de testemunho das formas em que opera e vive uma sociedade. Em uma realidade constantemente atravessada por imagens que marcam profundamente a nossa vivência e memória, é essencial que se reconheça o poderoso instrumento de recordação coletiva que o audiovisual exerce”, afirma.

Confira a programação

Virada Cultural

02 de maio (quarta-feira)

10h – Abertura: Guilherme Daldin (ocupação do Iphan)

11h – Monólogo: A Febre – Michael Genofre

13h – Diego Perin

14h – Téo e Estrela Leminski

15h –  Pachamamas

A partir das 16h, participação simultânea de Emiliano (Teatro em miniatura), com Dico Ferreira

16h10 – Luz (circo esquete)

16h30 – Renascentes – Dionisio Monteiro

17h30 – Partigianos

18h20 – Central Sistema de Som de Curitiba – Gui Muido

03 de maio (quinta-feira)

10h – Abertura

10h15 – Peça de Teatro: Troianas XXI

11h30 – A confirmar

13h – A confirmar

14h – Escambau – Giovanni Caruso

15h – A música conta História – Anderson e Guego

A partir das 16h, participação simultânea de Emiliano (Teatro em miniatura), com Dico Ferreira

16h – Lana Folkears

17h – Elian Woidello (Terra do quase)

18h – Ita

Mostra de Cinema Pela Democracia

De 30 de abril a 6 de maio de 2018. Sempre às 19h

30 de abril (segunda-feira) – Sessão de abertura

Poesia na guerra, de Fernando Salinas e Guilherme Fernandez, 3 min, 2017

O golpe em 50 cortes ou a corte em 50 golpes, de Lucas Campolina, 9 min, 2017

O processo, de Maria Augusta Ramos, 137 min, 2018

Outros filmes confirmados

Alana, de Sérgio Carvalho, 21 min, 2017

Alma no olho, de Zózimo Bulbul, 12 min, 1973

Chico, dos Irmãos Carvalho, 23 min, 2016

Escolas em luta, de Eduardo Consonni, Rodrigo T. Marques e Tiago Tambelli, 76 min, 2017

Joaquim, de Marcelo Gomes, 102 min, 2017

Linha de montagem, de Renato Tapajós, 90 min, 1982

Martírio, de Vincent Carelli, 130 min, 2017

Na missão, com Kadu, de Aiano Bemfica, Kadu Freitas e Pedro Maia de Brito, 25 min, 2016

Nóis por nóis, de Aly Muritiba e Jandir Santin , 100 min, 2018

Peripatético, de Jéssica Queiroz, 15 min, 2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.