Debuta em Madri novel pianista cubano

O jovem pianista cubano Rodrigo García Ameneiro, de só 14 anos, debutou com sucesso no madrilenho Centro Cultural Yemayá, onde apresenteou um variado programa de sonoridades clássicas e populares.

García Ameneiro, aluno da mestra Hortensia Upman no Conservatorio Manuel Saumell desta capital, executou peças do alemão Robert Schumann, o catalão Federico Monpou, o argentino Astor Piazzolla, resenhou o diário cubano Juventude Rebelde.

Ameneiro interpretou assim mesmo partituras de seus compatriotas Antonio María Romeo, Aldo López Gavilán e Dairamir González, estes últimos também tecladistas das mais recente promoções.

Em prédios da conhecida promotora cultural Pilar Zumel, o prometedor instrumentista acompanhou ademais à também cubana Rochy Ameneiro, quem cantou Quisesse, de Gerardo Alfonso, e a célebre 20 anos, de María Teresa Lado.

O novel pianista cubano foi nomeado neste ano Embaixador Cultural da Rede Iberoamericana e Africana de Masculinidades; estreou-se junto à Orquestra Sinfónica Juvenil de seu país, e obteve o segundo prêmio no Concurso provincial de piano Amadeo Roldán, em Havana.

Pese a sua curta carreira artística, García Ameneiro já tem compartilhado palcos com prominentes músicos cubanos como os próprios Ernán López-Nussa, Carlos Varela, X Alfonso, Raúl Paz e o próprio López Gavilán.

cgm/lac/jam

Modificado el ( miércoles, 29 de agosto de 2012 )

Fonte: http://www.prensalatina.com.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.