Debate com Abdallah Abu Rahmah na PUC

Abdallah Abu Rahmah: o mais destacado líder da resistência não violenta na Palestina, é coordenador do comitê popular de Bil’in e da campanha nacional Palestine: State 194

O muro do apartheid e a resistência palestina

Data: 8 de novembro de 2011 – Horário: 19 h

Local: PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) – Rua Monte Alegre, 936 -Auditório 333 – Prédio novo

Debate

O muro do apartheid e a resistência palestina

Data: 8 de novembro de 2011

Horário: 19 h

Local: PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo)

Rua Monte Alegre, 936 -Auditório 333 – Prédio novo
Promoção: Apropuc-SP (Associação dos Professores da PUC-SP) e Frente em Defesa do Povo Palestino-SP

Atendendo a chamado da sociedade civil palestina, a Apropuc-SP (Associação dos Professores da PUC-SP), em parceria com a Frente em Defesa do Povo Palestino-SP, realiza o debate “O muro do apartheid e a resistência palestina”. A atividade integra a Semana Mundial contra o Muro do Apartheid, entre 9 e 16 de novembro, que deverá contar com iniciativas em diversos destinos.

Condenado pelo Tribunal Penal Internacional de Haia em 2004, o muro – que começou a ser erguido em 2002 pelo Estado de Israel no território palestino da Cisjordânia, ocupado ilegalmente – continua, contudo, em construção. Está previsto para ter, quando concluído, mais de 800 quilômetros de extensão, com 9 metros de altura e, em alguns pontos, mais do que o dobro disso. Além de ane xar terras e, quando terminado, manter os palestinos da Cisjordânia em apenas 12% da área original de seu país, o muro impede a livre circulação de pessoas e o acesso à educação, ao trabalho, à saúde. A resistência pacífica em vilarejos palestinos tem conseguido chamar a atenção do mundo para essa realidade e conquistado vitórias importantes. Relatar as ações nesses locais, apontar estratégias de solidariedade à luta do povo palestino no Brasil e pensar, com base nisso, iniciativas conjuntas é o objetivo desse debate.

Participantes:

Abdallah Abu Rahmah: o mais destacado líder da resistência não violenta na Palestina, é coordenador do comitê popular de Bil’in e da campanha nacional Palestine: State 194

Baby Siqueira Abrão: jornalista, é pós-graduanda em Filosofia (USP), com projeto de tese sobre a Palestina, onde mora, como correspondente do jornal Brasil de Fato e do site Opera Mundi

Soraya Misleh: jornalista palestino-brasileira, mestranda em língua, literatura e cultura árabe pela USP (Universidade de São Paulo). Membro do Mopat (Movimento Palestina para Todos) e diretora do Instituto da Cultura Árabe, coordena a Frente em Defesa do Povo Palestino-SP.

Mediação:

Beatriz Abramides

Presidente da APROPUC-SP, professora Drª do curso serviço social da Faculdade de Ciências Sociais da PUC-SP

Apoio:
Curso de Serviço Social PUCSP
Departamento de Jornalismo-PUCSP
NEHTIPO- Núcleo de Estudos de História Trabalho Ideologia e Política- Pós PUCSP
NEILS-Núcleo de Estudos de Ideologia e Lutas Sociais-Pós PUCSP
NEPEDH- Núcleo de Estudos e Pesquisa em Ética e Direitos Humanos-Pós PUCSP
Revista Caros Amigos

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.