Damares anuncia canal dedo-duro contra professores

Damares e Weintraub criam canal no governo para denunciar professor

Segundo a ministra, os pais de alunos poderão denunciar oficialmente os docentes que atentam contra a “moral, religião e ética da família”

No Jornal GGN – A ministra dos Direitos Humanos, Damares Alves, anunciou na noite de terça (19), durante sua passagem por Belo Horizonte (MG), que trabalha em conjunto com o Ministério da Educação, sob Abraham Weintraub, para lançar um canal do governo federal para que pais de alunos possam denunciar professores que atentam contra a “moral, a religião e a ética da família.”

Segundo Damares, além do canal, os ministérios preparam um material didático para enviar às escolas, explicando o que é adequado ensinar aos estudantes quando o assunto é, por exemplo, sexo.

Damares, mestre em polemizar questões de gênero e sexualidade, disse que a iniciativa visa coibir situações como a do professor no Distrito Federal que supostamente teria pedido aos alunos uma redação sobre sexo oral e anal, escandalizando os pais.

“Não existe aqui nenhum governo radical, opressor, que vai proibir falar sobre esses temas, obedecendo, repito, ao material didático certo, à idade certa e à forma certa com as crianças”, declarou.

Embora, há alguma semanas,Weintraub tenha incentivado a denúncia de docentes e estudantes que fazem protestos nas ruas, o MEC não quis comentar o canal anunciado por Damares.

Fotomontagem com imagens do Facebook e Twitter

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.