Curta selecionado pelo Prêmio Catarinense de Cinema terá exibições gratuitas em Florianópolis

O curta De Meiembipe a Chuquisaca: a descoberta do Império Inca, que conta e revive a aventura épica do navegador Aleixo Garcia depois de naufragar na atual ilha de Santa Catarina, em 1516, terá terá sessões públicas de exibição na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e na Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). O curta foi viabilizado pelo Prêmio Catarinense de Cinema, promovido pela Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

 

A saga do navegador Aleixo Garcia depois de um naufrágio ocorrido no litoral de Santa Catarina acabou se transformando numa grande história que muitos catarinenses nem conhecem. E a oportunidade de ficar por dentro dessa que é considerada uma das maiores aventuras experienciadas por um europeu em solo brasileiro nos tempos das grandes navegações chega, agora, com um curta assinado pela cineasta Carolina Borges de Andrade.

Colabore com “Quarenta” em https://www.catarse.me/quarenta

De Meiembipe a Chuquisaca: a descoberta do Império Inca está com uma agenda de apresentações públicas e gratuitas em outubro: a primeira na UFSC e a segunda na UDESC, nos dias 18 e 21 respectivamente. As sessões são oferecidas como contrapartida social pelo recurso público recebido por meio do Prêmio Catarinense de Cinema.

A história começa no verão de 1516, quando Aleixo Garcia, um dos sobreviventes do naufrágio de uma embarcação espanhola em Meiembipe, atual ilha de Santa Catarina, percorre a pé, na companhia de centenas de guaranis, a principal transcontinental indígena do Cone Sul, o Peabiru, que se conectava ao Khapac Ñan, a rede de estradas incaicas, na Cordilheira dos Andes. O encontro de Aleixo Garcia com os incas desencadeou uma verdadeira “corrida da prata”, com Florianópolis no epicentro dessa aventura, antes da colonização oficial do Brasil por Portugal.

Na paralela das exibições gratuitas em outubro, o filme inicia o circuito de festivais com a seleção oficial para o 9º Festival Internacional de Cinema de Balneário Camboriú, que ocorre de 21 de novembro a 1º de dezembro. Uma forma de difundir a história de Santa Catarina para outras partes do mundo.

Ficha Técnica

De Meiembipe a Chuquisaca: a descoberta do Império Inca
Roteiro e Direção: Carolina Borges de Andrade
Direção de Fotografia e Montagem: Alexandre Peres de Pinho
Art Concept, Ilustrações e Direção de Arte: Eloar Guazzelli
Editor de Animação e Finalização: Lucas Feitosa
Trilha Sonora Original: Kristian Schot
Duração: 25 min
Ano: 2019
Realização: Arrebol Produções
Patrocínio: Prêmio Catarinense de Cinema/ Fundação Catarinense de Cultura
Apoio: Projeto Filmes de Economia do CSE/UFSC e Laboratório de Imagem e Som/LIS da Udesc/Faed

Serviço:

O quê: Exibições do curta De Meiembipe a Chuquisaca: a descoberta do Império Inca
Quando e onde:
18/10/2019, às 16h, no Auditório do Centro Socioeconômico da Universidade Federal de Santa Catarina (CSE/UFSC) – Campus Trindade
Curadoria do professor Wagner Leal Arienti para o projeto Filmes de Economia

21/10/2019, às 19h, no Auditório Tito Senna da Faculdade de Educação da Universidade do Estado de Santa Catarina (Faed/Udesc) – Campus Itacorubi
Apoio do Laboratório de Imagem e Som (LIS) – sessão coordenada pelo professor Rogério Rosa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.