Corte Suprema do Chile condena agentes de Pinochet

chile-miguel-krassnoff
Brigadeiro Miguel Crassnoff

Santiago do Chile, 16 mar (Prensa Latina) A Corte Suprema de Chile condenou hoje cinco exagentes da ditadura de Augusto Pinochet a 10 anos e um dia de prisão, pelo sequestro qualificado do militante comunista Sergio Riveros Villavicencio.

Riveros Villavicencio, que era tipógrafo e militante do Partido Comunista, foi detido por agentes da DINA no dia 15 de agosto de 1974 em sua residência e levado até um centro de torturas em pleno centro de Santiago.

A partir desse momento foi dado por desaparecido, com a suspeita de que foi assassinado pela Direção de Inteligência Nacional (DINA), com um extensa lista de crimes durante a ditadora pinochetista (1973-1990).

Precisamente o ex-chefe da DINA e general retirado Manuel Contreras aparece entre os sentenciados. Ele enfrenta também uma série de penas que somam mais de 400 anos de prisão, por violações dos direitos humanos e delitos de lesa humanidade.

Na lista de condenados pelo desaparecimento de Riveros Villavicencio aparecem também o brigadeiro Miguel Krassnoff, o coronel Marcelo Morem e os ex-suboficiais Basclay Zapata Reis e Nelson Paz Bustamante.

A Corte Suprema, no terreno civil, ordenou que o Estado chileno pague uma indenização de 300 milhões de pesos (cerca de 476 mil dólares), divididos em três partes iguais, à esposa e aos dois filhos da vítima.

No último dia 10 de março o juiz Miguel Vázquez deu início à etapa sumaria na investigação pelos homicídios qualificados do cantor e compositor Víctor Jara e do ex-diretor de polícia Littré Quiroga.

No extenso processo há 12 pessoas acusadas, duas como autores materiais dos assassinatos de Jara e Quiroga, o coronel da reserva Hugo Sánchez Marmonti e o tenente retirado Pedro Barrientos.

Barrientos reside nos Estados Unidos e tem a nacionalidade desse país. O Chile solicitou sua extradição sem resultados até o momento.

Também são alvo do processo José Paredes, Raúl Jofré, Edwin Dimter Bianchi, Nelson Haase, Jorge Smith, Ernesto Bethke, Juan Jara Quintana, Rolando Melo, Hernán Chacón e Patricio Vásquez.

Fonte: Prensa Latina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.