Contra reformas, transporte público de Florianópolis terá paralisação nesta quarta-feira

Publicado em: 14/03/2017 às 09:13
 Viviane de Gênova/ND
Viviane de Gênova/ND

Redação ND.- O transporte público de Florianópolis terá paralisação a partir das 16h desta quarta-feira (15), sem horário para retornar às atividades. Segundo o Sintraturb (Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Urbano), a categoria irá aderir ao Dia Nacional de Paralisação, que ocorrerá em todo o País contra as reformas trabalhista e da Previdência, que tramitam no Congresso Nacional.

“Convidamos a todos os trabalhadores que queiram protestar contra as reformas”, disse Deonísio Linder, dirigente do sindicato. A concentração para o ato ocorrerá na Praça do Sintraturb, localizada ao lado do Ticen (Terminal de Integração do Centro), no Centro. Antes do ato, o Sintraturb também promove uma assembleia para discutir a pauta de reivindicação sobre o dissídio da categoria.

Servidores do município também paralisam

Os servidores municipais de Florianópolis também aderem ao Dia Nacional de Paralisação, conforme decidido em assembleia em fevereiro. A categoria, por sua vez, ficará com as atividades interrompidas durante as 24 horas desta quarta-feira.

Além da paralisação, os trabalhadores farão um dia intenso de atividades. Às 7h, haverá assembleia da Comcap (Companhia Melhoramentos da Capital) para informes e discussões sobre as reformas. Às 10h, será feita panfletagem na “Esquina Democrática” (calçadão da rua Felipe Schmidt). Às 13h, os trabalhadores participarão de uma assembleia geral extraordinária e, às 16h, os servidores se juntam ao Sintraturb para o ato público unificado.

Judiciário Federal em SC

No Judiciário Federal em Santa Catarina, também foi aprovada paralisação de um dia “em defesa da aposentadoria e por nenhum direito a menos”. As atividades da categoria começam na manhã de quarta-feira, com panfletagem na entrada dos tribunais.

A Justiça do Trabalho ainda realiza assembleia seguida de ato às 15h, no prédio das varas, na avenida Beira-Mar Norte, onde irão se concentrar trabalhadores do TRT (Tribunal Regional do Trabalho), do prédio dos gabinetes e do TRE-SC (Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina).

Fonte: ND Online.

Deixe uma resposta