Conferência internacional evidencia produção de arroz orgânico do MST

Foto Tiago Giannichini.

Por Catiana de Medeiros.


O arroz orgânico estará no centro das atenções de brasileiros e de estrangeiros nos próximos dias na região Metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O motivo é a 3ª Conferência Internacional de Sistemas de Produção Orgânica de Arroz (ORP3 Brasil 2018), que será realizada de 13 a 16 de março com diversos painéis e visitas a campo. O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), por meio da Associação Filhos de Sepé (Aafise), é apoiador do evento.

A conferência chega ao Brasil pela primeira vez – as duas edições anteriores aconteceram na França e na Itália –, com atividades internas sobre diversos assuntos relacionados ao cultivo de arroz, na Assembleia Legislativa, no Centro Histórico da capital.

Na ocasião, o MST participará de dois painéis, os quais tratarão de políticas públicas, organização social, inovação tecnológica e sistemas de cultivo.

Também haverá visitas a seis cooperativas e agroindústrias do MST que produzem orgânicos em Nova Santa Rita, Viamão, Eldorado do Sul, Tapes e Charqueadas, nas regiões Costa Doce, Carbonífera e Metropolitana de Porto Alegre. No último dia do evento, os participantes da conferência irão até o Assentamento Filhos de Sepé, em Viamão, onde acontecerá, a partir das 8h30, a 15ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz Agroecológico. O assentamento em questão possui a maior área plantada – 1.600 hectares – de arroz orgânico no estado.

A conferência envolverá centenas de produtores, pesquisadores, estudantes e professores, além de representantes de setores do comércio e consumidores, entidades territoriais e autoridades locais. Haverá ainda participantes da Espanha, dos Estados Unidos, do Uruguai, da França e de outros países.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.