Comunicação importa

Por Claudia Weinman, para Desacato. info. 

A comunicação importa. Outro dia, falávamos sobre isso com lideranças aqui do interior do estado. Depois dos ataques à rádio Palmeira FM em Palma Sola/SC e de outros que estão na lista (histórica), é preciso falar sobre comunicação. O questionamento principal foi: “Qual será o posicionamento desde os municípios menores de Santa Catarina quando o assunto for esse tema”?

Quantas vezes mais se buscará o espaço comercial para falar das lutas, mostrar as pautas e propor debates? A comunicação é um espaço de estratégias. O não entendimento desse elemento ocasiona derrotas e grandes retrocessos.

Quando chegamos ao ponto de buscarmos a mídia tradicional para divulgar uma pauta com receio de que ela não terá visibilidade nos meios construídos no berço das organizações, da mídia independente, então já estamos submetidos ao fracasso, perdidos inclusive pela inépcia do trabalho de base.

A comunicação deve fazer parte de todos os debates, está inserida em cada luta, nas conversas e rodas de chimarrão. Precisa de apoio, ser incentivada inclusive financeiramente para que possa chegar a mais lugares, consiga crescer e produzir materiais de maior qualidade com bons equipamentos. É político, simbólico e necessário que se acredite na comunicação e na forma de trabalhar ela no contexto independente, como narrativa das histórias do povo. Ou, é isso, ou então, a história continuará sendo sitiada por falhas.

_

Claudia Weinman é jornalista, diretora regional da Cooperativa Comunicacional Sul no Extremo Oeste de Santa Catarina. Militante do coletivo da Pastoral da Juventude do Meio Popular (PJMP) e Pastoral da Juventude Rural (PJR).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here