Como virar jornalista?

Publicado em: 04/08/2011 às 21:01
Como virar jornalista?

 Por Raul Longo.

Alguma vez já pensou em ser jornalista? Quem é que não? Nos últimos anos todo cidadão com acesso à Internet se tornou um formador de opinião. Não são poucos os que acorrem a distribuir aos seus correspondentes qualquer absurdo que abaixe nas suas caixas de correio eletrônico.

Você mesmo(a)! Ou vai negar que postou fotos do interior de um luxuoso avião das arábias com diversos detalhes foliados a ouro, jurando de pé junto ser o “aerolula”? Pois você mesmo, fazendo pose de escandalizado, há poucos dias também distribuiu acusação aomesmo presidente (agora ex) por ter aceitado a oferta de carona em avião de deputado corrupto.

Não dá para saber se o voo foram os 30 minutos  mais confortáveis da vida de Lula, mas e o  avião que, segundo você, os brasileiros compraram para ele?

Apedeuto (ou “apedeuta” como você prefere), Lula se esqueceu de comprar apartamento com pista de pouso e voltou a morar no mesmo do ABC paulista que já possuía antes de ocupar o cargo. Talvez só por isso deixou o avião de herança para a Dilma e seus vindouros sucessores.

Ou será que aquele plano de perpetuidade de poder descoberto pela CIA e que você distribuiu para seus correspondentes provando a intenção de Lula se tornar um ditador, foi adiado para quando, então,  Lula retomará o avião foliado a ouro que deixou guardado no hangar da Presidência?

 Da fazenda do filho do Lula, você distribuiu até fotos, está lembrado(a)? E deu trabalho para o dono da fazenda, um dos maiores criadores e exportadores de gado Nelore do Brasil, para desmentir a história que prejudicou os negócios do homem. Ele teve de noticiar que a fazenda nunca esteve à venda e sequer recebeu proposta de compra de ninguém.

Outra sua foi aquela distribuição de fotos de coletores de ovos de tartarugas no Rio Solimões. Você distribuiu pra todo mundo, demonstrando que os órgãos federais são displicentes com o meio ambiente, mas não percebeu a evidência de que o  ambiente das fotos é uma praia de mar assim como a tartaruga é marinha e não existe na Amazônia. Só depois se descobriu que quem iniciou a distribuição das fotos produzidas na Costa Rica,  foi o portal do Deputado Raul Jungmann, chefe do INCRA do governo FHC. Fez você acreditar que o mar do Caribe é o Rio Solimões e rapidinho você repassou a mesma conversa fiada em seus correspondentes.

Aliás, você se especializou em distribuir mensagens de problemas ocorridos nos tempos de FHC, atribuindo-os ao Lula. Foi o caso do empresário de São Leopoldo que você considerou herói e santo porque a Revista Exame, da Editora Abril, publicou uma reclamação do homem  contra a Previdência. Você tentou convencer seus correspondentes de que Silvanio Geremias estaria reclamando do governo Lula, mas não reparou num detalhe: a matéria da Exame com a reclamação do “bom” empresário foi publicada em 1996, em pleno governo FHC.

 O  chato é que você tanto elogiou o Geremias, falou tão bem do empresário de São Leopoldo, e o pilantra foi condenado por desvio milionário de dinheiro para o exterior.

Ou seja, nesse seu jornalismo amador pela internet, nos últimos anos realmente você conseguiu formar uma opinião entre seus correspondentes. Mas muito mais uma opinião a seu próprio respeito do que sobre este ou aquele governo.

 Dos  governos, entre seus correspondentes, talvez tenha se levantado uma dúvida, pois quando um grupo de políticos precisa de pessoas como você para espalhar tantas mentiras mal contadas, claro que levanta suspeitas. Já de você por certo seus correspondentes não tenham nenhuma suspeita ou desconfiança, mas sem dúvida puderam formar uma certeza.

Já que você gosta de usar seu computador e a internet para brincar de jornalista, preste atenção nestas matérias que são uma aula para tornar o que você distribui um pouco mais convincente do que aquelas mentiras encabeçadas com frases “essa é pra distribuir para todos”, “é pra espalhar pelo ventilador”, “todo brasileiro precisa saber”, e outras estímulos para os trouxas. Aprenda a usar o photoshop e vire um jornalista igualzinho aos do jornal Folha de São Paulo, da revista Veja, ou até, quem sabe, possa fazer especialização em jornalismo de hipóteses como o da TV Globo.

Você e seu computador têm um grande futuro pela frente.

Amy Winehouse e Zé Dirceu no jornalismo photoshop

#photoshop | Tablóide inglês colou o rosto de Amy no corpo de outra

 10:12 O que um tablóide nao é capaz de fazer para publicar imagens ‘inéditas’ de uma celebridade? O inglês Daily Mirror fez uma montagem usando o rosto de Amy Winehouse e o corpo de outra garota para ilustrar um de seus artigos, veja abaixo o resultado Saiu noBuzzFeed. Leia tambem MTV Brasil exibirá 1 tributo a Amy Winehouse, shows e entrevistas. Leia o que Blue Bus já publicou sobre manipulaçao com Photoshop. 04/08 Blue Bus


 

@bassarisse: Aí já é sacanagem, né amigo? Deixa a Amy sossegada, lá embaixo..

http://www.bluebus.com.br/show/1/105305/_photoshop_tabl_ide_ingl_s_colou_o_rosto_de_amy_no_corpo_de_outra

Flash-Back Assaz Atroz

Crime na ‘Isto É’

WALTER RODRIGUES (jornalista) 12/02/2006

[email protected]

José Dirceu passeou em Ipanema na motocicleta do escritor Fernando Moraes e, deliciado com o vento na cara, no dia seguinte encomendou em São Paulo uma supermáquina Harley-Davidson, modelo V-Road, lançado em 2005, semelhante ao cavalo de aço montado por Peter Fonda em Sem Destino, no final dos anos 60. Uma jóia de R$ 90 mil. Fechado o negócio, embarcou para aplaudir o companheiro Chávez em Caracas, não sem antes parar em Brasília e pedir a Lula a cabeça de Henrique Meirelles.

Tudo isso saiu na Isto É desta semana, ilustrado com dezenas de detalhes e — sensacional, convenhamos — uma foto do ex-ministro de Lula, recém-cassado sob suspeita de corrupção, arrasando à beira-mar na motoca do amigo.

O sentido é claro. Dirceu está cheio da grana porque de fato chefiava o esquema do mensalão e, como é natural, tirou o dele. De mais a mais é um bon vivant desmiolado, um adolescente mal resolvido, daí seu encantamento com Chávez e sua ojeriza à racionalidade do doutor Meirelles

E, no entanto, era tudo mentira… Mentira completa, da primeira à última novidade.

Dirceu não encomendou a Harley-Davidson, nem outra marca qualquer. Não esteve na concessionária contemplando modelos e consultando preços. Não tomou emprestada a de Moraes. Nem sabe andar de moto. A foto, a “prova”, era apenas uma farsa, um engodo, uma fotomontagem. A cabeça de Dirceu no corpo de outrem, aliás bem mais magro do que ele.

(…)

BARBARA GANCIA PEDE DESCULPAS AO EX DEPUTADO DIRCEU

Bom exemplo a ser seguido por muitos outros jornalistas.

Errei. Devo desculpas a José Dirceu. Na semana passada, reproduzi neste espaço uma informação -assinada por um colega com quem já trabalhei e que julgava ser um jornalista responsável-, dizendo que o ex-deputado teria comprado uma moto Harley-Davidson V-Rod, no valor de R$ 90 mil. Dirceu não comprou a Harley e não sabe dirigir motos.

Leia textos completos e comentários no CMI:

http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2006/02/344392.shtml

Ilustração: AIPC – Atrocious International Piracy of Cartoons

PressAA

Postado por Assaz Atroz

http://assazatroz.blogspot.com/2010/02/volta-oficial-de-ze-dirceu-alvoroca.html

Altamiro Borges: Barbara Gancia, a fofoqueira da ‘Folha’

A “jornalista” Barbara Gancia, tão paparicada pelaFolha de S.Paulo, é uma típica fofoqueira da mídia. Com seus comentários escrachados, levianos e irresponsáveis, ela faz inimigos por todos os lados. Esbanjou preconceito ao ironizar o primeir

Para seu desespero, porém, nem todos aceitam passivamente seus insultos. No caso do hip-hop, o poeta Sérgio Vaz, que lidera uma cooperativa de literatura e arte na pobre Taboão da Serra (SP), retrucou a “figura da alta sociedade paulistana, a fofoqueira Barbara Gancia”. Para ele, a repórter daFolhaexpressa o pensamento racista da elite paulista. “É assim que se porta o fascismo diante de uma pequena possibilidade da periferia conseguir um espaço, por menor que ele seja. É raiva pura. A Casa Grande se agita na menor possibilidade de barulho na senzala. É assim que pensam muitos jornalistas, que agem como capitães-do-mato a serviço do senhor de engenho”.

Outro que não aceitou calado os chiliques da colunista foi o ex-ministro José Dirceu, que foi alvo de suas calúnias e ameaçou processá-la em 2006. Temendo a Justiça, a leviana confessou que faz o pior tipo de jornalismo. “Devo desculpas a José Dirceu. Reproduzi neste espaço a informação – assinada por um colega com que trabalhei e que julgava ser um jornalista responsável –, dizendo que o ex-deputado teria comprado uma motoHarley-Davidsonno valor de R$ 90 mil. Dirceu não comprou aHarleye não sabe dirigir motos”. No seu blog, Luis Favre também não dá tréguas à linguaruda, que gosta de fazer ataques rasteiros e rebaixados à ex-prefeita Marta Suplicy.

Adesão aos fascistas em máscaras

Barbara Gancia, porém, não é uma fofoqueira qualquer, típica das grotescas revistas de fofoca do país. Ela gosta de fazer as suas intrigas no campo da política, perfilando-se sempre ao lado dos setores mais reacionários da sociedade. Faz parte do reduzido time de colunistas da mídia venal – junto com Mirian Leitão, Merval Pereira, Arnaldo Jabor, Diogo Mainardi e Reinaldo Azevedo, entre outros – que destila veneno contra qualquer idéia progressista e não esconde o seu ódio de classe aos movimentos sociais. Travestida de anarquista, a tucana enrustida é uma crítica ácida e contumaz do governo Lula, não pelos seus limites e equívocos, mas por seus aspectos positivos.

Numa coluna recente, intitulada “Olavo viu o ovo”, ela resolveu assumir de vez o seu direitismo. Deixando de lado suas gracinhas sem graça, ela confessou sua adesão a um dos fascistóides mais conhecidos do país: “Eu achava que o jornalista, filósofo e escritor Olavo de Carvalho fosse um tarado delirante… A obsessão que ele tem em apontar, lá da Virgínia, onde mora, comunistas comedores de criancinhas em todas as esquinas do Brasil sempre me causou certo desconforto… Pois, a julgar pela extensa reportagem da revista colombianaCambio, sobre o envolvimento de autoridades petistas com as Farc, Olavo de Carvalho esteve certo todos esses anos”.

Repetindo a cantilena da direita ianque e nativa, ela considera as Farc um grupo terrorista – mas não diz uma palavra sobre o presidente narcoterrorista Álvaro Uribe – e acusa o Foro São Paulo, organização que reúne os partidos progressistas do continente, de ser “uma confraternização da esquerda moribunda da América Latina e do Caribe”. Com estas e outras declarações similares, Barbara Gancia retira a fantasia da fofoqueira engraçadinha e assume de vez a postura de porta-voz da direita. Ela bem que já poderia ser contratada pelo siteMídia Sem Máscara, editado por Olavo de Carvalho, que reúne boa parte dos fascistas sem máscaras do país.

* Altamiro Borges é jornalista.

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=39142&id_secao=1

Postado por RIZOMA BEATRICE

http://grupobeatrice.blogspot.com/

 

Deixe uma resposta