Comandante

Por Emanuel Medeiros Vieira.

Coronel que invadiu Campus Universitário é nomeado Comandante da PM pelo Governador do PT

(ACABOU A UTOPIA?)

O novo comandante militar da Bahia, nomeado pelo governador Jacques Wagner (do PT – abreviatura  de Partido ”dos Trabalhadores”!), é o mesmo que comandou a Tropa de Choque que ocupou o campus da Universidade Federal da Bahia (UFBA) EM MAIO DE 2001 E BAIXOU O SARRAFO NOS ESTUDANTES.

Memória?

Segundo um jornalista, “muitos dos que apanharam não estavam nem aí.

Ou melhor, estavam ao lado do coronel, alegres e sorridentes” (no dia da posse, 6 de maio).”

O que fez na Bahia o governador Jacques Wagner?

De maneira astuta – conhecendo a cobiça da maioria dos seres humanos pelo Poder  –,

agregou  aos seu governo, remanescentes da “turma” de ACM (como o vice-governador), trouxe também outras figuras que o PT (de antes! ) qualificava de”direitistas” e – Meu Deus! – cooptou gente dos chamados movimentos sociais (como dos negros e das mulheres),criando há pouco quatro novas secretarias e oferecendo muitos cargos.

Calou a boca dos ex-socialistas!

Eles se aquietaram!

Seria o governador um novo Maquiavel, reencarnado na Bahia?

Outros chamam o governador de  “ACM sem tacape”.

Estaria fazendo aquilo que um escritor qualificou de “ditadura perfeita” (falando sobre o PRI mexicano, que ficou décadas no Poder).

Só uma lembrança: essa gente foi eleita para mudar – combatendo ACM.

Onde estão os deputados ditos de “esquerda”, eleitos pelos movimentos sociais?

Estão calados!

Será que dormem em paz?

Pedirão de novo votos – como se nada acontecesse – para aposentados, funcionários públicos, médicos  e professores?

Sim, são capazes!

Virão com álibis compensatórios –como diria Freud –, ou truques mentais ou jogos verbais, para justificarem seus atos.

Falarão em “povo” e “unidade”.

Em ética.

ESQUECEM QUE ÉTICA NÃO TEM PRAZO DE VALIDADE E QUE O DECORO É ATEMPORAL

Este governo baiano do PT está  embriagado pelo Poder!

Meu pai dizia: dê uma “mesa grande” (como metáfora do poder) para alguém e conhecerás o seu caráter”.

São, como disse alguém, uns ”bolcheviques sem utopia”.

(Por favor, não venham com platitudes ou idiotices de dizer que quem critica o PT “faz o jogo da direita”.

Chega!

Não subestimem a nossa inteligência!

Quem assina esse texto foi militante da AP, amigo de Luiz Travassos e de Chico Pinto (corajoso e honrado baiano), e esteve preso na OBAN (não é preciso dizer que lá foi a sua estação no inferno) e, durante meses, no DOPS, sofrendo um longo processo.

Quem assina (com sincera indignação) estava na luta, quando muitos democratas de hoje, apoiavam a ditadura*

*Emanuel Medeiros Vieira foi membro do Conselho Editorial do jornal “Movimento” e correspondente em Santa Catarina do semanário “Opinião”.

Também foi dirigente do IEPES, embrião da futura Fundação Pedroso Horta.

(Salvador, maio de 2011)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.