Com protagonismo de mulheres negras, festival “Latinidades” chega pela primeira vez em São Paulo

Brasília – Mesa de discussão Estética como estratégia Política, no terceiro dia do Festival Latinidades 2016 (Wilson Dias/Agência Brasil)

São Paulo — A cidade de São Paulo receberá, pela primeira vez, o Festival Latinidades, que este ano chega à sua 12ª  edição. O evento será realizado entre os próximos dias 23 e 27, no Centro Cultural São Paulo, na região central. Criado em Brasília, o festival surgiu para fortalecer a identidade e dar visibilidade para a criação artística e intelectual de mulheres negras do Distrito Federal, onde 57% da população é negra. 

“É uma população invisível para dentro e para fora”, explica Jaqueline Fernandes, coordenadora-geral do Latinidades, o maior festival do gênero na América Latina. A programação do evento inclui desfiles, shows, debates, feiras, oficinas, performances e vivências. “É uma amostra do que nós, mulheres negras, produzimos nos diferentes campos de conhecimento.”

Por conta de seu protagonismo, Jaqueline diz que o festival se contrapõe ao atual momento político do Brasil, um país onde o racismo tem crescido muito nos últimos anos. “Ano após ano, ele (o festival) diz coisas que a sociedade se recusa a encarar. A gente organiza ele na resistência e, esse ano, mais do que nunca vivemos um momento de negação de direitos”, enfatiza a ativista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.