Com elas, no campo

Por Rosangela Bion de Assis, para Desacato.info.

Seria só uma entrevista mas havia uma mesa coberta de biscoitos, feitos com o açúcar mascavo e tinha flor no chimarrão.

Manhã de primavera, roça de cana, no barranco inclinado.

Eu não precisei me proteger da sinceridade, nem dos sorrisos.

Deixei que a vida delas tocasse a minha.

E também cuidei do bebê, enquanto ela colhia rabanetes,

e limpei o pocinho na vertente d’água.

No jardim, cada flor é um remédio e preciosas sementes são trocadas

e cuidadas para não se contaminarem,

para não se perderem.

A vida da Salete mudou.

Mas elas querem continuar no campo, dependendo do clima.

No ano passado perdeu todo o amendoim, mas ganhou de novo

e as sementes que salvou já deu para os outros.

Eledi não troca essa vida por nenhuma outra,

E no sábado, vai pra horta.

É o que gosta de fazer.

Bom seria se os filhos pudessem ficar por aqui, bom seria.

Rosangela Bion de Assis é jornalista, poetisa e presidenta da Cooperativa Comunicacional Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here