China volta a registrar transmissão local e proíbe entrada de estrangeiros

Proibição começa à meia-noite de sábado (28) e também se aplica a estrangeiros com visto ou autorização de residência

Únicos estrangeiros com entrada permitida na China são os diplomatas ou portadores de passaportes de serviço ou cortesia – AFP

A China voltou a registrar casos de transmissão local do novo coronavírus e anunciou a proibição da entrada de estrangeiros no país a partir da meia-noite de sábado (28). Turistas ou residentes com visto chinês também serão impedidos de desembarcar no país, conforme anúncio do Ministério das Relações Exteriores publicado na noite de quinta-feira (26).

Entre os dias 25 e 26, o país asiático registrou 122 novos casos de coronavírus, dos quais 121 eram “importados”. Os registros de transmissão local estavam zerados desde o início da semana. A sequência foi interrompida por um diagnóstico na província de Zhejiang.

A China é considerado o país de origem da pandemia, que já matou 25 mil pessoas em todo o mundo. Ao todo, em território chinês, 81,9 mil foram infectados e 3.174 morreram em decorrência da covid-19. O pico de casos foi superado no dia 12 de março.

:: Leia também: China tem muito a ensinar, dizem imigrantes brasileiros sobre luta contra coronavírus ::

Os Estados Unidos lideram o ranking mundial de casos, com 86 mil infectados. A Itália foi o mais que mais registrou mortes, com 8,2 mil. No Brasil, são cerca de 3 mil casos com 77 mortes.

Não há prazo para o fim da proibição da entrada de estrangeiros na China. O veto “será calibrado à luz da evolução do cenário”, segundo o comunicado.

Os únicos estrangeiros com entrada permitida na China são os diplomatas ou portadores de passaportes de serviço ou cortesia. Aqueles que precisarem ir ao país por “necessidades econômicas, comerciais, científicas ou tecnológicas, ou por razões humanitárias de emergência, poderão solicitar vistos nas embaixadas e consulados chineses”, afirmou o ministério.

Edição: Rodrigo Chagas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.