Chile vai indenizar vítimas da ditadura de Pinochet

A Corte Suprema do Chile condenou o Estado a indenizar com 1,3 milhões de dólares as famílias de quatro homens que desapareceram entre 1973 e 1974 durante a ditadura militar de Augusto Pinochet (1973 – 1990).

Famílias de quatro vítimas serão indenizadas
Famílias de quatro vítimas serão indenizadas. AP

A decisão judicial considera que o desaparecimento e a morte dos quatro homens, vítimas dos agentes de segurança do Estado, constituem “delitos de crimes de lesa humanidade, e portanto imprescritíveis e inadmissíveis no aspecto penal e civil”.

No comunicado oficial a Corte Suprema afirma que “não cabe outra medida, a não ser concluir que o dano moral causado pela conduta ilícita dos funcionários ou agentes do Estado autores dos atos ilícitos de lesa humanidade em que está fundamentada a presente ação, deve ser indenizado pelo Estado”.

Os familiares de Miguel Rojas e seu filho Gilberto Rojas, detidos por militares em 13 de outubro de 1973, receberão a maior parte do pagamento, cerca de 1 mi de dólares.

Do Portal Vermelho, com informações da Telesur.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.