Chile aprova nova lei de adoção que inclui casais homossexuais

Texto aprovado ressalta que o sistema de adoção deve "assegurar os melhores interesses da criança ou adolescente adotado, protegendo seu direito de viver e se desenvolver em uma família, qualquer que seja sua composição".

Foto: DVIDSHUB

A nova lei foi aprovada por 104 votos a favor e 34 contrários e uma abstenção. A medida agora segue para votação no Senado chileno.

O dirigente do Movimento de Integração e Liberdade Homossexual do Chile, Rolando Jiménez, declarou como um “marco histórico” a votação na Câmara. “Hoje vencemos uma etapa na luta pela igualdade de direitos humanos para a diversidade sexual”, afirmou Jiménez pelo Twitter.

O governo indicou que a nova medida deve levar em consideração o desejo do órfão em ser adotado por casais do mesmo sexo e que o juiz “deverá considerar” a escolha da criança como “preferência”.

O presidente Sebastián Piñera disse que a lei de adoção deve abordar “os melhores interesses da criança”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.