Censura bolsonarista: Ancine retira apoio de filmes com temática negra e LGBT

Uma das produções é Greta”, estrelado por Marco Nanini, foi selecionado para o Festival de Berlim deste ano. O outro é Negrum3, que propõe um mergulho na caminhada de jovens negros da cidade de São Paulo

Negrum3 e Greta, filmes censurados por Bolsonaro. Foto: Reprodução

Seguindo orientação do governo Jair Bolsonaro, a Agência Nacional de Cinema (Ancine) rescindiu um termo de apoio a dois filmes com temáticas gay e negra para que participassem do Festival Internacional de Cinema Queer, que será realizado em Lisboa, Portugal, a partir de sexta-feira (20).

Uma das produções é Greta”, estrelado por Marco Nanini, foi selecionado para o Festival de Berlim deste ano. No filme, Nanini interpreta um enfermeiro homossexual que é fã ardoroso de Greta Garbo.

O outro filme é Negrum3, que propõe um mergulho na caminhada de jovens negros da cidade de São Paulo. “Um filme?ensaio sobre negritude, viadagem e aspirações espaciais dos filhos da diáspora”, diz a descrição da obra.

Cada filme teria uma ajuda de custo de R$ 4,6 mil, que foi cortada, para participar do festival em Lisboa. As informações são de Lauro Jardim, na edição desta segunda-feira (16) do jornal O Globo.

Com jornalismo e ficção, o Documento Audiovisual NOVEMBRADA – “QUARENTA, Pra Não Esquecer”, vai contar o que viveram e sentiram os moradores de Florianópolis e Região no fato conhecido como Novembrada que, no dia 30 de novembro, completa 40 anos. Clique em https://www.catarse.me/quarenta

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.